Filmes

Filme: Como estrelas na Terra

segunda-feira, setembro 13, 2021

Filme: Como estrelas na Terra

O jovem Ishaan tem muita dificuldade para se concentrar nos estudos, e mal consegue escrever o alfabeto. Depois de diversas reclamações da escola, o pai, que acredita que o menino não faz as tarefas por falta de compromisso, decide levá-lo a um internato, o que leva Ishaan a entrar em depressão. Mas, um professor substituto de artes, Nikumbh, logo percebe o problema de Ishaan, e entra em ação com seu plano para devolver a ele a vontade de aprender e, sobretudo, viver.

Toda narrativa que envolve aprendizado e crianças, tem boa chance de me sensibilizar bastante. E foi isso que aconteceu neste filme. Ishaan tem dislexia. Distúrbio de aprendizagem caracterizado pela dificuldade de leitura, principalmente pelo espelhamento de letras ou o embaralhamento das mesmas na hora da escrita e leitura.

Imagino o quanto crianças com esse distúrbio devem “sofrer”, por acharem que são “menos inteligentes” por estarem tendo dificuldades nos estudos. E, com certeza, esse filme mostra muito esses sentimentos.

Me fez lembrar um livro da Rocco que li em 2017 e me marcou muito por abordar esse tema: PEIXE FORA D'ÁGUA. E acho que uma frase do livro resume muito tudo isso: "Todo mundo é inteligente de diferentes maneiras. Mas se você julgar um peixe pela sua habilidade de subir em árvores, ele passará a vida inteira se achando burro."

O filme é um pouco longo e no começo é bem parado. Mas posso dar certeza que vale muito a pena. Ele faz a gente refletir sobre muitas coisas, principalmente em como é a educação nas escolas. Ele também explora muito os sentidos que nosso personagem tem mais aguçado: o olhar para coisas simples, as sensações, cores, sons.

Ahhh… e além de tudo isso, como eu gosto daquela pitada de cultura. O filme é em hindi (língua indo-ariana falada por 70% dos indianos, principalmente no norte, centro e oeste da Índia). E traz muito da cultura da Índia em seus detalhes, o que achei muito legal de observar.

LEIA TAMBÉM

9 comentários

  1. Oie, ainda não tive a chance de assistir, mas já me deixou curiosa. Adorei saber que tem mais sobre cultura envolvida.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  2. Oie ! Gostei muito da sua resenha, pretendo assistir, gostei muito da história e também adorei a frase que você comentou ♡
    www.blogresenhando.travel.blog

    ResponderExcluir
  3. Olá, Monique.
    Eu já vi que esse filme emociona muito, por isso não vou assistir no momento. Estou fugindo de coisas que me façam chorar hehe. Mas vou anotar porque me interesso muito também por aprender sobre novas culturas.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi
    não conhecia, mas o filme trás um bom tema, vou indicar para a minha tia que é professora e gosta de historias desse tipo.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    Ainda não conhecia, mas fiquei curioso para conferir
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um filme muito lindo!!
    Ainda bem que hoje se é falado mais sobre dislexia e dificuldades de aprendizagem, porque não deve ser nada fácil nem para as crianças e nem para os adultos que não tem informações sobre isso.
    Ótima dica! :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amei demais conhecer esse filme e já anotei a dica aqui para em breve eu assistir. Você sempre indicando bons filmes, livros e lugares incríveis.
    Beijos Monique.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Parece ser um filme com muitos ensinamentos.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta! Não deixe de conferir os novos posts.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Vi este filme, uns anos atrás, e o achei comovente. Em minha opinão, ele deveria ser indicado aos professores do ensino fundamental, porque entre eles ainda há os que não compreendem que os alunos são diferentes e que cada um tem a sua peculiaridade.

    Saúde!

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter