19 outubro 2017

Viagem para Orlando: Universal Studios e Islands Of Adventure

Universal Studios e Islands Of Adventure
A Universal Orlando conta com três parques (sendo que um é aquático). Nós visitamos dois deles (o Universal Studios e o Islands Of Adventure ) na nossa viagem, e vou contar e mostrar um pouco para vocês. Infelizmente, um chipe que tive na câmera por dois dias estragou (todos choram), então perdi coisas de dois dias, principalmente vídeos. Então o que salvou foram as fotos do celular.

Universal Studios e Islands Of Adventure

Universal Studios e Islands Of Adventure
Nestes dois parques você irá conferir muita coisa bacana e radical, principalmente para quem ama os filmes de Hollywood. Lá tem brinquedo dos Simpsons, dos Homens de Preto, do Shrek, dos Transformers, dos Minions, Múmia, Harry Potter e de muitos outros filmes que conquistaram o mundo.

Universal Studios e Islands Of Adventure

Como fomos em "baixa temporada", conseguimos visitar praticamente os dois parques em um dia só. Como tínhamos reservado dois dias, no segundo só fomos ver o que não tinha dado tempo, e assistir alguns shows. Uma coisa ruim de ir nessa época (Halloween) é que não conseguimos ver shows dos parques à noite. Pois ele fechava mais cedo por causa das festas de Halloween que eram fechadas (ingresso à parte). Mesmo assim, adorei ir nessa época porque praticamente não pegamos fila em nada. O único lugar onde você ainda vê gente aglomerada é na parte do Harry Potter, porque afinal, todo mundo ama.

Universal Studios e Islands Of Adventure


Universal Studios e Islands Of Adventure
Mas já vou avisando para quem planeja ir para lá. Reserve dois dias pelo menos. Um para cada parque, para poder aproveitar por inteiro tudo que o parque tem para oferecer. Recomendo muito comprar o ingresso park-to-park que da direito a circular pelos dois parques no mesmo dia. Vale a pena pois só com esse ingresso você consegue andar com o Hogwarts Express (o famoso trem do Harry Potter). E vale a pena fazer a viagem de ida e de volta, pois a história que é contada, é diferente.

Universal Studios e Islands Of Adventure

Destaque do parque também para a parte de Springfield que é perfeita e com direito a comprar o super donuts (aquela rosquinha deliciosa muito famosa no desenho). Um brinquedo bem legal (um dos que a gente mais gostou no parque) e um dos mais radicais é a Montanha Russa da Múmia. Conhecida em inglês como Revenge of The Mummy, que é a vingança da múmia. Ela é uma montanha russa indoor, que passa por dentro de todo o cenário do filme. Ela fica boa parte no escuro e você não sabe para onde o carrinho vai. Ela solta ventos, efeitos com fogo e muito mais.

Universal Studios e Islands Of Adventure
Universal Studios e Islands Of Adventure

E é claro que tem toda a parte de Harry Potter que não tem como não amar e se impressionar. O que mais gostei foi o castelo e também o Beco Diagonal, que é a recriação do famoso beco do filme, com a loja de varinhas mágicas, as lojas de doces, a cerveja amanteigada, restaurantes e muitas outras atrações. Também temos nessa parte uma recriação do Banco Gringotts, que é o famoso banco onde são guardados os itens mais preciosos dos bruxos. Dentro do Gringotts Bank, tem a atração Harry Potter and Scape From Gringotts. É um simulador que recria a fuga do Harry Potter e seus amigos de dentro do Banco Gringotts. Você literalmente voa junto com o Harry.

Universal Studios e Islands Of Adventure

Universal Studios e Islands Of Adventure

Universal Studios e Islands Of Adventure

Universal Studios e Islands Of Adventure

Universal Studios e Islands Of Adventure

Universal Studios e Islands Of Adventure

Vou confessar que como uma amante da Disney e das princesas, a Universal foi o parque que menos gostei se tivesse que numerar. Mas mesmo assim é um parque imperdível. Para quem gosta de coisas radicais com certeza vai adorar mais ele do que a Disney, porque apesar de tudo, a Disney é mais pensada para os pequenos, e a Universal é bem voltada para os adultos.

16 outubro 2017

Dica de Livro: Archie Greene e o Segredo dos Magos

Archie Greene e o Segredo dos Magos

Uma aventura jovem, regada de muita magia e livros! Esse lançamento da Editora Rocco lhe surpreenderá com uma história leve no estilo Harry Potter, onde animais saem dos livros e os vilões querem a magia só para eles. Primeiro livro do universo criado por D. D. Everest, Archie Green e o segredo dos magos foi selecionado como melhor livro infantil pelo National Book Awards.

Sinopse do livro:

No seu aniversário de 12 anos, Archie Greene recebe um pacote misterioso de um homem que ele não conhece; um pacote contendo um livro antigo escrito numa língua que ele não consegue identificar. Ele não faz ideia de que está prestes a descobrir um mundo em que estantes de livros são encantadas, bibliotecários são magos e feitiços ganham vida. Logo Archie se torna um aprendiz de restaurador para os Guardiões da Chama, um grupo devotado a encontrar e preservar livros mágicos. Com a ajuda de seus primos, Amora e Cardo, Archie tenta desvendar o mistério por trás do presente enigmático, mas começa a perceber que o livro é muito mais poderoso do que imaginava.

Archie Greene e o Segredo dos Magos

Archie é um menino comum que mora com a avó. Quando ele completa doze anos, recebe um pacote muito misterioso de um remetente desconhecido. No interior da caixa, Archie encontra um velho livro com cheiro de queimado, capa de couro escuro manchada pelo tempo e um fecho de prata em que há um estranho símbolo. Um objeto aparentemente inofensivo que envolve um grande mistério à ser desvendado. Junto desse pacote ele encontra um pergaminho, que só diz que ele precisa levar esse livro até Oxford em uma livraria toda especial. Aí começa a aventura de Archie para descobrir que mistério é esse, e junto, o menino descobrirá tios, primos e uma realidade recheada de magia que jamais suspeitou existir.

"Neste mundo existe diferentes tipos de coragem. Mas todas elas têm uma coisa em comum. Você não pode ser realmente corajoso se não estiver realmente apavorado. A coragem verdadeira é fazer o que acreditamos ser o certo, mesmo quando tememos por nossa própria segurança."
Nessa jornada cheia de aventuras e muitos perigos, nosso protagonista irá descobrir que seu destino já havia sido traçado quatrocentos anos antes dele nascer. Agora, além de tudo, ele terá que descobrir se ele e sua família fazem parte da magia do bem ou das trevas. Nessa aventura, livros também são personagens e inusitados feitiços podem brotar de suas páginas. Archie terá que lidar com ameaças sobrenaturais e os temidos Insaciáveis, que buscam reunir os mais perigosos livros de magia já escritos, os Volumes Terríveis.

Archie Greene e o Segredo dos Magos



Gostei bastante da ideia dos três tipos de magia que encontramos na história. A magia natural, que é a forma mais pura e vem de plantas e seres mágicos como unicórnios e dragões. A magia mortal que é produzida pelo homem e inclui objetos mágicos e outros instrumentos criados por magos. E a magia sobrenatural que usa poderes de seres sobrenaturais. "Cada aprendiz desenvolve três habilidades básicas para proteção dos livros mágicos: encontrá-los, restaurá-los e guardá-los."

Esse primeiro livro da coleção Aventuras Encantadas me divertiu muito. Não é algo surpreendente essa história, mas tem suspense, aventura, diversão e muito mistério no estilo infantojuvenil. Para quem gosta de livros e magia, vai adorar o "gostinho" dessa história. Pois nosso personagem irá começar a trabalhar em uma biblioteca que na fachada, restaura livros antigos, mas na realidade, ali eles guardam e protegem livros mágicos. São os Guardiões da Chama de Alexandria. Eu gostei bastante e recomendo!

Archie Greene e o Segredo dos Magos

Sobre a edição:

A edição tem algumas ilustrações bem bacanas no começo e aquele ar de toda a magia que você encontrará no livro. A capa é bonita e ele é bem diagramado. As páginas são amareladas.

Sobre o autor:

Jornalista e autor de uma série de livros de não-ficção, D. D. Everest vive com sua companheira Sara, dois filhos e dois gatos numa casa do período eduardiano na ancestral floresta de Ashdown, em East Sussex, na Inglaterra. Archie Greene e o segredo dos magos é o seu primeiro livro para o público infantojuvenil.

................................................................
Editora: Rocco
Autor: D. D. Everest
Assunto: Literatura Juvenil
Páginas: 272
Compre o livro: Amazon


Avaliação da Leitura:  

................................................................
13 outubro 2017

Dica de Livro: Peixe Fora D'água

Dica de Livro: Peixe Fora D'água

Tudo que Ally quer é ser igual aos outros, se encaixar. Ela tem dificuldades na leitura e escrita, e acha que é muito burra para aprender como os demais. Mas um professor irá mostrar para ela que ser diferente é maravilhoso, e que todo mundo é bom em alguma coisa. Com o tema da aceitação e trazendo a tona todas as dificuldades que uma pessoa com dislexia enfrenta, esse livro irá fazer você se emocionar aprendendo com a nossa protagonista. Peixe Fora D'água é uma publicação da Editora Rocco.

Sinopse do livro:

"Todo mundo é inteligente de diferentes maneiras. Mas se você julgar um peixe pela sua habilidade de subir em árvores, ele passará a vida inteira se achando burro." É exatamente assim, como um peixe fora d'água, que Ally se sente. A cada mudança de escola ela tenta disfarçar sua dificuldade para ler e sua inaptidão para se encaixar. Mas sua vida tem sido difícil. Até que um novo professor consegue enxergar a Ally brilhante e criativa que existe por trás da garota rotulada de lenta e difícil; e até que ela conhece Keisha, uma menina sem papas na língua, e Albert, um garoto obcecado por fatos e ciência. Conforme esses três deslocados começam a encontrar seu lugar, coisas surpreendentes acontecem na vida de Ally, Keisha e Albert. E de todos ao seu redor.

Dica de Livro: Peixe Fora D'água

Ally, nossa protagonista, está na sexta série e tem pavor das aulas de português. Na verdade, até as de matemática ela não está gostando mais, pois agora estão querendo misturar letras com números, e ela não é boa com letras. Tudo porque ela pode se esforçar o máximo que conseguir, mas sempre que tenta ler algo, parece que as letras dançam no papel. Para escrever também não é fácil, e exige muito esforço, além de dores de cabeça terríveis.

"As coisas que vale a pena ter são coisas pelas quais vale a pena se esforçar."
Para driblar esse "problema", Ally é boa em disfarçar ou arranjar desculpas (geralmente se metendo em encrencas). Assim, nem a mãe e nem a professora percebem as dificuldades da menina. Quando a professora de Ally sai de licença maternidade, um novo professor substituto chega para mudar tudo. Com aulas diferenciadas, dinâmicas e com uma atenção aos problemas sem expor os alunos, ele vai começar a quebrar essa barreira que existe entre Ally e o medo de falar a verdade sobre sua dificuldade.

"Sempre tive uma regra importante para a sala de aula, que é tentar não chamar atenção. Se alguém me pergunta algo, digo: 'Eu não sei', mesmo que saiba. Descobri que dar uma resposta para um professor faz com que ele espere mais de mim, e então todo mundo fica desapontado. Se nunca ouvirem uma resposta minha, eles param de perguntar."
Dica de Livro: Peixe Fora D'água

Nessa jornada Ally também descobrirá dois amigos que irão fazer ela pensar diferente sobre a escola. E descobrirá que ela não é a única que enfrenta problemas. Como Albert que aparece sempre com vários hematomas pelo corpo por apanhar de outros meninos na ida para a escola. Ele irá ensinar que violência não se resolve com violência, mas que também a amizade é mais importante que tudo.

"E olhando pela sala, eu me lembro de pensar que minhas dificuldades de leitura eram como arrastar um bloco de concreto durante o dia inteiro, e que sentia pena de mim mesma. E agora eu percebo que todo mundo tem o seu próprio bloco de concreto para carregar. E todos parecem pesados."
Esta história é tocante. Vai nos mostrar a evolução da personagem, a superação de seus medos diante da convivência com a dislexia, a construção de amizades depois de ter sido tão "maltratada" (com zoações e brincadeiras) pelos colegas de classe, entre outras coisas. Também é um olhar crítico sobre a educação dos professores nas escolas.

Dica de Livro: Peixe Fora D'água

Nossa protagonista irá nos mostrar todos os sentimentos, pensamentos, aflições e sensações que uma criança (e pessoa) com dislexia enfrenta, tanto internamente como também com a convivência com outras pessoas que não entendem essa situação. "É como se pássaros pudessem nadar e peixes pudessem voar. Impossível é possível."

Na parte de agradecimentos ainda descobrimos que esse livro é inspirado na experiência e vida escolar da própria autora, que nos emociona ainda mais falando que passou por um pouquinho de tudo isso, e o quanto esse professor foi importante na vida dela. Vou finalizar essa resenha com palavras da própria autora em seu agradecimento, com o desejo que todos leiam esse livro, pois ele tem muito para ensinar. Eu adorei, me emocionei e recomendo muito.

"Todos nós temos nossos talentos especiais e áreas onde precisamos nos esforçar um pouco mais. Sinceramente, eu aprendi muito mais, e me tornei bem-sucedida, com meus erros. As coisas nem sempre serão fáceis; às vezes, nós erramos, de fato. Mas não é o erro que te transforma num fracasso. É ficar para baixo. A habilidade de se levantar, sacudir a poeira e tentar de novo é uma força imensa. É algo que vai te levar muito longe na vida. Muito longe mesmo. Se você desenvolver o hábito de se levantar e tentar de novo, apenas imagine as coisas fenomenais que o mundo pode estar guardando para você."
Dica de Livro: Peixe Fora D'água

Sobre a edição:

A edição tem uma diagramação simples e ótima como deve ser. As páginas são amareladas. A capa é simples mas diz muito sobre a essência do livro. Um livro mais jovem mas que serve para todas as idades lerem.

Sobre a autora:

Lynda Mullaly Hunt é ex-professora e organiza retiros para a Sociedade de Escritores e Ilustradores de livros para crianças. Ela vive em Connecticut com seu marido, dois filhos, um beagle impetuoso e um gato que odeia beagles. Peixe fora d’água é a segunda publicação da autora, que recebeu o prêmio Tassy Walden Awards pelo seu primeiro livro, One For The Murphys.

................................................................
Editora: Rocco
Autora: Lynda Mullaly Hunt
Assunto: Literatura Juvenil
Páginas: 262
Compre o livro: Amazon | Submarino | Livraria Cultura


Avaliação da Leitura:  

................................................................
11 outubro 2017

Alice no Pais das Maravilhas: Inspire-se em lindos vestidos

Alice é uma pequena heroína adorável, curiosa, decidida, inteligente e sonhadora. Esse clássico atemporal da Disney lançado em 1951 é inspirado em um conto infantil de Charles Dodgson (sob o pseudônimo de Lewis Carroll). Trata-se de uma imersão à um universo onírico repleto de elementos e cenários mágicos, situações surreais e personagens peculiares. Para recriar o figurino é bem simples, principalmente quando entregamos a peça nas mãos da loja Ana Giovanna. Conheça detalhes desse lindo vestido de festa infantil

Tudo começou em abril de 2011, onde ela criou seu primeiro blog e ateliê virtual na internet. Atenderam mais de 4.500 clientes no Brasil e Exterior, aos quais deixaram-na alegre e satisfeita por fazer parte da história de outras famílias através de seus vestidos. Uniu uma equipe de costureiras e modelistas profissionais, através do trabalho exclusivamente artesanal, realizando em seus próprios lares, criaram coleções de vestidos para crianças. Mas foi somente com a chegada da Ana Giovanna (filha) que a loja deixou de ser apenas um sonho e passou a se tornar realidade, nascendo a Ana Giovanna Moda Feminina Infantil. 


E se você busca outros vestidos de personagens, como, por exemplo, da Frozen, Chapeuzinho Vermelho, Alice, entre outros, pode encontrar modelos lindos de festa, casamento, vestido infantil de festa para bebês, e demais ocasiões saiba que só na Ana Giovanna você encontrá os mais lindos modelos!

Agora, cá entre nós, esses vestidos não são a coisinha mais fofa do mundo? Dá até vontade de ter uma filha para poder vestir ela com todos eles.

----- Esta postagem é um Publieditorial