22 outubro 2018

Túneis - Livro 1 - Roderick Gordon e Brian Williams

Túneis - Livro 1 - Roderick Gordon e Brian Williams

Esta história acontece um pouco abaixo do "mundo" que conhecemos, e irá te surpreender. Este é o primeiro livro da série infanto-juvenil Túneis publicado pela Editora Rocco em 2008 que você não vai querer largar. E o bom é que todos os seis livros da série já estão publicados pela editora aqui no Brasil, então nem precisa ficar esperando para devorar a história.

Sinopse do Livro:

Túneis é o primeiro livro da série que conta a história de Will Burrows, um garoto de 14 anos que vive uma aventura arqueológica nos subterrâneos de Londres. Bem-sucedida mistura de Indiana Jones com Viagem ao centro da Terra, “Túneis se filia à tradição das grandes ficções ambientadas no mundo subterrâneo – segmento explorado com maestria por nomes como Julio Verne e Edgar Rice Burroughs – com uma atmosfera de claustrofobia e crueldade toda própria”, segundo o jornal inglês The Guardian. O livro gira em torno do jovem Will Burrows, cuja única afinidade com o excêntrico pai é a paixão pela arqueologia. O menino passa a maior parte do seu tempo livre cavando buracos nos arredores do terreno de sua casa para realizar descobertas científicas e fugir da pressão da escola e da mesmice da família, enquanto o Dr. Burrows trabalha no Museu Highfield, “um repositório de pertences supérfluos que foram poupados do aterro sanitário da cidade”. Em meio a descobertas empolgantes e outras nem tanto em suas escavações, certo dia o Dr. Burrows desaparece misteriosamente por um túnel que Will não conhecia. O garoto então começa a cavar, literalmente, a verdade por trás do sumiço do pai, e descobre uma inacreditável sociedade dominada por um grupo cruel – os Styx – vivendo nos subterrâneos de Londres. Para salvar seu pai, e a própria pele, Will enfrentará muitos perigos contando apenas com a ajuda do amigo Chester, e pode dar início a uma verdadeira revolução que mudará para sempre a sua vida e a dos habitantes da Cidade Eterna, como é chamada a colônia subterrânea. Com uma trama repleta de enigmas e situações-limite, temperada pela fina ironia britânica, Túneis mistura arqueologia, história, mistério e aventura e conduz o leitor numa viagem envolvente e assustadora rumo às camadas mais profundas da cosmopolita capital inglesa. Afinal, você já parou para pensar no que existe embaixo dos seus pés? Não responda antes de conhecer Will Burrows e toda a magia de Túneis. Idade Mínima Recomendada: 11 Anos.

Túneis - Livro 1 - Roderick Gordon e Brian Williams

Will e seu pai (Dr. Burrows) são fascinados por túneis. Estão toda hora escavando novos lugares. Como Will sofre bullying na escola, ele decide se isolar, e por ser albino, o sol incomoda muito ele. Só aí já dá para ver porque ele gosta tanto de ficar embaixo da terra. Além disso, o Dr. Burrows trabalha em um museu, então qualquer objeto diferente que ele encontra, leva para lá para analisar.

"Sua paixão pelo que estava enterrado e ainda não revelado era uma coisa que eles não compartilhavam com mais ninguém, algo que unia pai e filho... Um vínculo entre eles."
Em meio a várias zoações na escola, Will encontra um amigo: Chester. Podemos dizer que a amizade surgiu pela identificação com os problemas de pele, pois Chester sofre por ter crises de eczema, mas como ele é um menino maior e mais forte, os outros garotos não mexem com ele. Isso faz com que Will também se "proteja" com essa amizade.

Na família de Will conhecemos a irmã Rebecca. Ela que deixa tudo organizado no lar dos Burrows, desde compras no mercado, roupas lavadas, até refeições. Isso tudo porque a mãe parece ser um "fantasma" (ou tem algum problema que eu ainda não consegui identificar no primeiro livro, apesar de ter algumas suposições). Ela é viciada em programas de TV e em poucos momentos ela aparece sem estar sentada na frente do aparelho, assistindo aos seus programas favoritos. Ela praticamente não interage com a família, e isso é o mais estranho.

Túneis - Livro 1 - Roderick Gordon e Brian Williams

Um certo dia, após descobrir um artefato misterioso, o pai de Will desaparece. Procurando por informações, Will descobre um diário com anotações, e também um túnel dentro do porão de sua casa, que ele não sabia que existia. O garoto então decidi seguir esse túnel em busca de seu pai, mas é claro, com a companhia de seu amigo Chester. A grande aventura começa quando os dois amigos encontram uma civilização subterrânea, com suas regras e crenças. E é claro, com seus vilões. Agora, além dos meninos terem que fugir dos perigos dessa vida de baixo da terra, também precisam encontrar o pai de Will e descobrir todo esse mistério do desaparecimento.

A história é bem introdutória e tem alguns momentos de baixa, mas posso garantir que a medida que vai se desenrolando, apresentando pessoas e revelando outras que pareciam meras coadjuvantes, a história vai crescendo, empolgando e surpreendendo, finalizando de uma maneira ótima com aquele gostinho de "quero mais" para o próximo livro.

Uma coisa que me chamou muito a atenção já no começo desta leitura foi a grandeza de palavras não usuais que a história tem. Não usuais em livros infanto-juvenis pelo menos, e isso é bem interessante, até para instigar a curiosidade dos jovens a ir atrás do significado das palavras. Exemplo de algumas palavras: empáfia, exasperado, ladeavam, refestelado, cacofonia, estropiada, alheamento, capote, e muitas outras. Algumas, até eu tive que ver o significado pois nunca tinha ouvido falar.

Túneis - Livro 1 - Roderick Gordon e Brian Williams

Com certeza é uma história bem diferente. Eu nunca tinha lido algo parecido. E a riqueza de detalhes na escrita faz o leitor se transportar para esse mundo novo, onde em algumas situações pode até ser meio dark. O livro é um prato cheio para quem gosta de desvendar mistérios e para quem gosta de tudo que envolve geografia e arqueologia. Só posso dizer que recomendo muito conhecerem, e não vejo a hora de ler o próximo.

Sobre os autores:

Roderick Gordon e Brian Williams conheceram-se na University College, em Londres, onde começaram a escrever o que viria a ser Túneis. Roderick cursou Biologia, mas trabalhou na área de finanças até 2001; Brian formou-se em Belas Artes e, além de escritor, é pintor e atua na área de cinema. Para escrever Túneis, eles se inspiraram no vasto material sobre a História de Londres e dos subterrâneos de várias cidades do mundo. Roderick Gordon nasceu e cresceu em Londres, mas atualmente mora em Norfolk. Brian Williams nasceu em Zâmbia, na África, e mudou-se com a família para Liverpool na década de 1970.

................................................................
Editora: Rocco
Autores: Roderick Gordon e Brian Williams
  480 Páginas

COMPRE O LIVRO NA AMAZON CLICANDO AQUI
................................................................
19 outubro 2018

Magia e Inspiração nos Papéis de Parede

Magia e Inspiração nos Papéis de Parede

Quando falamos de decoração, ainda tenho a impressão que as pessoas tem um certo receio de usar papel de parede. Talvez porque lá atrás eles eram um pouco grosseiros e muito perceptíveis, como uma coisa até falsa. Mas hoje isso já mudou bastante. Na casa dos meus pais, por exemplo, a sala é “pintada” com papel de parede (hehehe). E é ótimo: a cada ano dá pra trocar, o que renova o ambiente por completo!

A variedade que encontramos de cores, formatos e tipos são enormes, sem contar na praticidade de combinação e mudança no ambiente. Onde antes você tinha que pintar e fazer uma bagunça em algum cômodo que gostaria de mudar, hoje um papel de parede dá para colocar por nós mesmos, em um dia e não faz nenhuma sujeira. Isso além de mudar completamente uma sala ou um quarto. E o melhor: pode ser reformulado depois de um tempo sem muito sacrifício.

Também podemos encontrar decorações de espaços que usam mais de um papel de parede combinados. Vale a criatividade, mas também com bom senso para não ficar um circo, né? Sempre é bom pesquisar bem e se inspirar. Como em breve pretendo ter minha própria casa, eu já estou pesquisando inspiração, decorações e lojas também.

Magia e Inspiração nos Papéis de Parede

Foi durante essas pesquisas que encontrei a loja BemColar. Ela é uma loja online especializada em Adesivos de Parede e Artigos para decoração. Lá tem vários tipos diferentes e inimagináveis de papel de parede e adesivos. Achei que os preços do site são bem em conta também.

Como a sala é um local em que passamos a maior parte do tempo, é ela que está na minha listinha em primeiro lugar. E não falo só da sala da TV. Também temos a sala de brincar (das crianças), e também a sala/escritório, onde temos nossa mesinha com as coisas de trabalho. Eu já fiz minha listinha na loja com os favoritos, o que acharam das minhas escolhas?
Magia e Inspiração nos Papéis de Parede
1. Papel de Parede Triângulos Coloridos, 2. Papel de Parede Tijolinho, 3. Papel de Parede Palavras (Preto e Branco), 4. Papel de Parede Folhas Abstratas Ouro, 5. Papel de Parede Chevron (Amarelo, Azul e Cinza), 6. Papel de Parede Chevron (Amarelo e Tons de Cinza).

Preparado para transformar a sala, o quarto, a cozinha, todos os cômodos em lugares totalmente novos sem muito esforço e sem gastar muito? Então não deixe de visitar o www.bemcolar.com. Além dos papéis de parede você também encontra Adesivos de Parede, Faixas Decorativas, Espelhos e Quadros Decorativos, e várias outras coisinhas.

...... Esta postagem é um Publieditorial
18 outubro 2018

Pier de Santa Monica e Six Flags Magic Mountain - Viagem para a Califórnia

Pier de Santa Monica e Six Flags Magic Mountain - Viagem para a Califórnia


Em setembro conheci o tão famoso Píer de Santa Monica na Califórnia. E é claro, primeira vez vendo o pacífico. Esse píer é tão conhecido por sua roda gigante que aparece em muitas fotos, isso porque ele possui um parque de diversões. Ele é chamado Pacific Park, e tem montanhas-russas que não são tão assustadoras e brinquedos clássicos de parques de rua, bem no estilo nostalgia mesmo. Sem contar as muitas vistas que se tem de lá.

O parque é pago por brinquedo. E vale super a pena pegar um ingresso para a roda gigante e ver o pôr do sol lá de cima. É incrível. Eu filmei um pouquinho para vocês verem. Mas é claro que no píer também encontramos os pescadores locais, como é tradicional nesses lugares. Lá também, em um local fechado e protegido da maresia, existe um carrossel de madeira da virada do século 20, e funcionando! Eu amo carrossel, então fiquei apaixonada claro!

Pier de Santa Monica e Six Flags Magic Mountain - Viagem para a Califórnia

Uma curiosidade: O primeiro píer de Santa Monica foi construído em 1909. Mais tarde, em 1916, foi substituído por outro, dando forma ao que conhecemos hoje. Aqui também é o ponto final da lendária Rota 66.

Pier de Santa Monica e Six Flags Magic Mountain - Viagem para a Califórnia


Pier de Santa Monica e Six Flags Magic Mountain - Viagem para a Califórnia

Saímos da praia para no outro dia ir direto para um parque de diversões! O Parque Six Flags Magic Mountain é um parque muito conhecido na Califórnia por conter só montanhas-russas super radicais. São 15 no total. Uma pena que fomos em baixa temporada, então algumas estavam fechadas, mas deu para aproveitar muito.

Para quem gosta de muita diversão e altos índices de adrenalina, precisa visitar este parque quando estiver na Califórnia. Além de muitas montanhas-russas ele é um parque temático com personagens de filmes, desenhos e HQ's, pois é administrado pela Warner Brothers em parceria com a DC Comics. Cada atração tem o tema de um personagem, então vale a pena bater muitas fotos também.

Pier de Santa Monica e Six Flags Magic Mountain - Viagem para a Califórnia

Também encontramos por lá a maior e mais rápida montanha-russa da Califórnia, a Full Throttle. Mas o Six Flags é pra todos os públicos, então o parque reserva uma parte especial para as crianças com a temática dos Looney Tunes que vale muitas fotos também, porque é lindo. Por hoje é isso. Espero que tenham gostado. Não consegui filmar tanta coisa, mas espero que tenha dado vontade de vocês visitarem na próxima viagem.