Companhia das Letras

O Dia do Curinga | Jostein Gaarder

quinta-feira, fevereiro 04, 2021

O Dia do Curinga | Jostein Gaarder
"A gente envelhece, fica com os cabelos brancos, e um dia se acaba e desaparece deste mundo. Com os nossos sonhos, porém, a coisa é diferente. Eles podem continuar vivendo em outras pessoas muito tempo depois de termos partido."

Preparado para embarcar em mais uma aventura desse autor incrível, conhecido pelo livro O Mundo de Sofia: Jostein Gaarder? Então senta aí, porque hoje a dica é incrível não só para quem gosta de filosofar, mas também para quem adora viajar, conhecer novas culturas e mitologia.

Sinopse do Livro:

"Você já pensou que num baralho existem muitas cartas de copas e de ouros, outras tantas de espadas e de paus, mas que existe apenas um curinga?", pergunta à sua mãe certa vez a jovem protagonista de O mundo de Sofia.Esse é o ponto de partida deste outro livro de Jostein Gaarder, a história de um garoto chamado Hans-Thomas e seu pai, que cruzam a Europa, da Noruega à Grécia, à procura da mulher que os deixou oito anos antes. No meio da viagem, um livro misterioso desencadeia uma narrativa paralela, em que mitos gregos, maldições de família, náufragos e cartas de baralho que ganham vida transformam a viagem de Hans-Thomas numa autêntica iniciação à busca do conhecimento - ou à filosofia.O dia do c Curinga é a história de muitas viagens fantásticas que se entrelaçam numa viagem única e ainda mais fantástica - e que só pode ser feita por um grande aventureiro: o leitor.

O Dia do Curinga | Jostein Gaarder
"Vivemos nossas vidas num incrível mundo de aventuras, pensei. Apesar disso, a grande maioria das pessoas considera tudo isso "normal". Em compensação, vivem em busca de algo fora do normal: anjos ou então marcianos. E isso se explica pelo simples fato de que elas não consideram um enigma o mundo em que vivem. Para mim a coisa era completamente diferente. Para mim, o mundo era um sonho muito estranho, e eu vivia em busca de uma explicação racional qualquer para esse sonho."

Nesta história vamos acompanhar Hans-Thomas e seu pai. Que decidiram atravessar a Europa em busca da mãe do menino, que foi embora há oito anos e parece que está trabalhando na Grécia. Neste trajeto atravessando cidades e países, eles acabam se deparando com acontecimentos "duvidosos" em meio a muita cultura, história, mitologia e filosofia.

O Dia do Curinga | Jostein Gaarder
"Certa vez, um cosmonauta russo e um neurocirurgião, também russo, discutiam sobre o cristianismo. O neurocirurgião era cristão, o cosmonauta não era. 'Já viajei muitas vezes para o espaço sideral', gabou-se o cosmonauta, 'mas nunca vi nenhum anjo'. O neurocirurgião primeiro ficou olhando para ele; depois disse: 'E eu já operei muitos cérebros inteligentes, mas nunca vi um pensamento."

Hans-Thomas acaba recebendo um misterioso livrinho que irá fazer o pequeno garoto mergulhar em uma grande aventura, onde os personagens são cartas de baralho.

Uma coisa que sempre encontramos nos livros de Gaarder, e que também veremos aqui, são os questionamentos filosóficos. Quem somos nós? O que acontece após a morte? A busca por tentar encontrar um propósito maior na vida. 

Outro ponto que o autor acrescentou nessa narrativa é a discussão, sobre o alcoolismo, já que o pai do menino bebe todos os dias, e na frente do garoto muitas vezes. Qual o olhar de uma criança com um pai assim?

O Dia do Curinga | Jostein Gaarder
"Nossa vida na terra pode parecer extremamente breve, mas fazemos parte de uma história comum que continua a se desenrolar, mesmo depois de já termos partido. Pois não vivemos apenas nossas próprias vidas. Quando visitamos lugares antigos como Delfos e Atenas, podemos até sentir isso que estou dizendo: a gente anda e sente no ar a presença de pessoas que viveram neste mundo muito antes de qualquer um de nós."

Por fim, a mitologia grega dá aquele brilho nos olhos, principalmente porque eles estão indo em direção à Grécia. E, eu, simplesmente amo mitologia grega! Não tem como não indicar mais este livro do autor. Vale a pena conhecer. Se quiser conferir as resenhas dos outros livros dele: O Mundo de Sofia | Através do Espelho | A Garota das LaranjasA Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken

Sobre o autor:

Jostein Gaarder nasceu em 1952 na Noruega. Estudou filosofia, teologia e literatura, e foi professor durante dez anos. Estreou como escritor em 1986, tornando-se logo um dos autores de maior destaque em seu país. Ganhou projeção internacional em 1991, com O mundo de Sofia, traduzido para mais de cinquenta idiomas. Atualmente mora em Oslo com a esposa e dois filhos.

Veja minha opinião em vídeo:


LEIA TAMBÉM

9 comentários

  1. Amei a resenha. Eu gosto muito dos questionamentos que o Jostein faz nos livros dele, ele sempre cria uma experiência ótima. Ainda não li esse, mas amei Anna e o planeta
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Como você está? Espero que esteja bem.
    Eu acho os livros dele uma delícia de ler, já li os que você citou no fim do post e esse está na lista das minhas próximas leituras. Amei a resenha.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  3. Olá, Monique.
    Vejo que você gosta muito dos livros do autor. Eu nunca li nada dele e não sei se leria porque eu não sou muito fã de histórias onde tem esses questionamentos filosóficos. Amei as fotos.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia! Obrigada! <3

    www.pimentamaisdoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Caramba AMEI as quotes que você colocou nesse post!!
    Fiquei super curiosa pra ler esse livro, amei :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Monique!
    Que resenha mais completa! :)

    Amei conhecer esse livro. Li algumas coisas dele na adolescência e sempre tive vontade de voltar para ler os outros. Quem sabe não retome por esse?!

    As citações que você deixou aqui são sensacionais!

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
  7. Você selecionou quotes LINDOS estou encantada, nunca li nada do autor mas adoro livros que nos fazem refletir e também AMO mitologia grega <3
    Beijos, Nada Produtiva ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  8. Oi, Monique. Como vai? Que bom que curtiu a leitura. A obra parece incrível. Ótima resenha, parabéns! Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Monique,
    Não é uma obra que chama minha atenção... Essas questões mais filosóficas, não é algo que seria de fácil leitura para mim, infelizmente.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter