pensamentos

Minha Alma Faminta

domingo, maio 10, 2020

Minha Alma Faminta

Sempre fui uma alma faminta, incessante e determinada no que queria. Eu agradeço muito aos meus pais por terem sempre alimentado essa minha vontade de conhecimento. De querer sempre mais e de não desistir de um objetivo. Talvez daí que vem a minha paixão por leitura. Eu sempre quero saber mais, e por isso eu leio desde bula de remédio, até roteiro da igreja ou artigo científico.

Como minha mãe é professora, lembro muito bem de tantas vezes quando ela alimentou essa minha vontade de querer sempre mais. Assinatura de revistinhas, enciclopédias com imagens (é incrível ler um dicionário que ainda tem fotografias). Lembro muito daqueles vendedores de porta em porta que apareciam e eu só pensava: o que você tem "de mundo" para mim? O que você trouxe para alimentar minha fome?

Eu lembro de ter momentos da minha infância que a gente não tinha muita comida, que meu pai tinha dívidas enormes e que nós tínhamos que comprar no mercado deixando o valor pendurado para o final do mês. Mas a fome de conhecimento o meu pai nunca deixou de alimentar.

Outro dia eu estava pensando quanta coisa eu fiz na minha infância por causa desta fome incessante. Aprendi palavras de japonês, porque achava linda aquelas letras desenhadas, os contornos finos e largos em sincronia, onde um conjunto de risquinhos formavam palavras. Eu aprendi a tocar teclado. Porque eu amava a melodia. Eu sempre fui muito ligada a música. Eu ia todos os dias tocar música para um vizinho dos meus avós. Ele tinha apenas dois anos mas a mãe dele já falava: esses dois vão casar um dia. Só 12 anos de diferença de idade. Hehehe. Eu levava bem na brincadeira, mas meus avós possuem 10 anos de diferença de idade então, nada é impossível.

Depois, sem estar contente com isso, fui aprender umas palavrinhas de alemão. Minha nona falava alemão. Sou descendente. E me apaixonei pela cultura, pelo futebol. Comprei um microfone e comecei a gravar meus estudos, porque tinha pesquisado que ouvir sua própria voz é melhor para gravar e aprender informações.

O mais incrível é que eu nunca fui aquela pessoa que pegava as coisas fáceis. Tem gente que nem olha as aulas e já sabe a matéria. Não. Eu tinha que ralar e estudar muito. Mas acho que isso só alimentou mais essa minha fome de querer saber mais.

Eu tinha tanta fome de conhecimento que meus primeiros livros de criança, que eu me lembre, não eram de histórias. Vejo as pessoas falando o quanto incrível foi ter lido Alice ou Harry Potter como inspiração quando eram pequenos. Sabe qual o nome do livro que me lembro que tinha quando pequena? Como ser uma criança responsável. Era um livro com uma capa rosa berrante. Mas ele foi tão marcante para mim que ainda me lembro de uma das lições que ele tinha: de que você tem que incentivar a criança a ajudar em casa, dando moedas pelo trabalho delas. Assim ensina a economizar também. Vocês podem pensar: que saco esse livro. Sabe o que eu pensava: uau, eu descobri uma informação muito valiosa, preciso saber mais. E assim alimentava mais e mais essa minha fome de conhecimento sobre tudo.

E isso se reflete muito em mim até hoje. Todo esse mundo que acumulei ao longo da minha vida me fez ter uma mente muito aberta para absorver tudo. Não tenho preconceito a nada, leio de tudo e só quero me alimentar de conhecimento. Aí eu estudo vários tipos de religião, vou para hipnose, meditação, depois meu fascínio por Ayurveda, e nessa quarentena estudando receitas, estudando sexualidade, amor, relacionamentos, nossa, as vezes sinto que não cabe em mim, mas quero mais.

Sabe aquele momento da vida que você pensa o que quer ser quando crescer? Lembro quando eu era adolescente e pedi para a minha mãe se tinha alguma profissão que eu poderia ganhar dinheiro estudando.. imagina, alimentar minha paixão e ainda ganhar por isso. No segundo grau eu pedi para meu professor de história o que eu poderia ser além de professora, se eu cursasse história, pois eu adorava estudar os povos, eu adorava história.

Eu queria ser arqueóloga, detetive, cantora, dançarina de hip hop, professora. Eu queria ser tudo. Acho que isso impulsionou para o momento que estou agora.
Amo viajar não pelos locais em si, mas para alimentar minha vontade de conhecer outras culturas, outras raças, outras pessoas.

Eu nunca fui uma pessoa de um lugar. Eu sempre fui uma pessoa de todos. Na sétima série eu tinha uma profe de história que trazia as fotos das viagens dela pelo mundo, para ensinar história. Lembro de ver a foto dela na Grécia e pensar: é isso que eu quero. Eu quero enxergar as pirâmides de perto, o coliseu, as ruínas da Grécia antiga. Eu quero respirar e me alimentar de toda essa cultura.

Talvez por isso eu nunca sonhei com uma felicidade, uma vida onde eu tinha uma casa enorme, ou uma grande empresa. Porque o que me alimentava era as vivências. Eram as histórias. São as pessoas e não os bens matérias.

E todo esse post (enorme hehehe) para falar do meu mais novo projeto de vida. Quem me segue no insta já deve ter visto por lá. Eu senti que agora está mais do que na hora de eu alimentar ainda mais minha alma. Isso me dá vida, me dá alegria. Ficar inerte em um ponto nunca foi meu foco. Nem minha felicidade. Tanto que sempre me senti deslocada na cidade onde vivo, na escola que estudei, nos lugares que frequentei.

Eu pensei, porque não?! Eu conheço pessoas de todas as partes deste mundão. A internet me propiciou a amizade de vocês que vem  de todos os lugares do Brasil. Tenho amigos em Portugal, Angola, EUA, Austrália. Decidi fazer um mochilão.

Para viver as culturas, as pessoas, os amores. Sem pensar no que o futuro reserva, sem pensar se ficarei 1 ano, 1 mês ou nem voltarei mais. Porque nada nunca me prendeu aqui. Porque eu nunca fui árvore, eu sempre fui pássaro. E quero voar.

---------------
Obs: Por causa do corona, esse é um planejamento que começa hoje para ser executado ano que vem. Já me deixa ansiosa a cada momento. E tem um bem maior que ao longo deste ano falarei mais. Querem saber mais? Acessa meu insta clicando aqui.

LEIA TAMBÉM

29 comentários

  1. Oi, Monique como vai? Que você voe o mais alto que conseguir e traga-nos conhecimento e alegria. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Uau, sem dúvida, será uma experiência incrível. E pelos seus olhos, nós daqui do outro lado vamos poder conhecer muitas coisas e lugares também! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Monique, acho que nunca teria coragem de fazer um mochilão, mas mais por questão de conforto, gosto muito!
    Eu irei adorar ver todas as suas andanças por ai!

    Beijos Mila

    ResponderExcluir
  4. ah que coisa mais linda ♥ sem dúvidas vai ser uma experiência incrível. também tô planejando algo assim pra minha vida, mas ainda sem saber quando conseguirei colocar em prática. de qualquer forma, planejar e sonhar com viagens é algo maravilhoso demais, haha

    ResponderExcluir
  5. Pouco antes da quarentena estava tendo uma conversa sobre idiomas e o pq ele chamava atenção de cada um dos meus colegas que falavam sobre.
    Lembrei quando li você falando do pq aprendeu umas palavras em japonês.
    Tenho um conhecido que fala alemão. Entendo nadinha! rs
    Mas no francês eu tento..

    juliamodelodemodelo.blogspot.com
    instagram.com/juliamodelodemodelo

    ResponderExcluir
  6. Olá, Monique.
    Eu me sinto um pouco como você também. Sou dessas que queria devorar o conhecimento a minha volta. Lia desde bula de remédio até propagandas de mercado. E o jornal e quase decorava. Desejo muita sucesso em seu novo projeto quando ele começar e ele vai porque vamos passar por mais essa com certeza.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Olá minha linda, espero que a cada dia você voe mais alto. E não somos árvores, não nascemos com raízes e sim com pés para desbravar o mundo e colecionar memórias.
    Eu tenho também um our adventure book, comprei pela internet e estou alimentando cada vez mais porque é bom registrar momentos especiais.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Primeiro que texto lindo!
    Segundo te admiro, é muito legal ver pessoas esforçadas e que gostam de aprender.
    Terceiro arrasou menina, torço muito pra que seu mochilão seja INCRÍVEL!
    Que esse corona passe logo pra você conseguir viajar e por favor compartilhe aqui conosco!
    Boa sorte Monique! ♥

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Que lindo ver a sua história,de esforço e busca pelo conhecimento desde criança.
    Muito sucesso para essa sua nova jornada.
    Beijos
    Vibe Da Maria

    ResponderExcluir
  10. Também sou muito grata pelos ensinamentos dos meus pais... No meu caso foi com a música. Tenho um pouco do que você diz, sou de tantos lugares, pra onde quero sempre ir, conhecer. Mas, sempre tendo meu lugar no mundo pra onde voltar.

    É bem isso. Lindo texto!

    Beijos!
    Neila Bahia ♥️
    neilabahia.com | Instagram | Pinterest 

    ResponderExcluir
  11. Que post inspirador, Monique! ♥
    É tão bom ter essa fome de aprendizado, né? Abre tantas portas!
    Meu padrasto também sempre me incentivou a ler. Toda semana, eu pegava um livro na biblioteca. E minha mãe nunca deixa faltar histórias! E eu sempre estou em busca delas! E amei saber um pouco desse projeto. E voa sim, porque é muito valioso! E espero que tudo isso logo acabe (corona e tal) e que você possa colocar todas essas ideias na prática e, claro, compartilhar com a gente! :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Monique,


    Não tem nada melhor do que adquirir conhecimento, o que sua mãe fez com você eu tento fazer com a minha filha, ela já tem os livros delas e as vezes lemos juntos, espero news do seu mochilão.

    Beijos.


    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Também adorava fazer um mochilão, mas para já tenho vindo a adiar a experiência e vou me contentando com algumas férias com amigos fora de Portugal!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  14. Também sou faminta pelo conhecimento e acho bom ser uma pessoa "curiosa", boa sorte no projeto e que ele possa se concretizar logo!

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. É isso, essa busca incessante pelo conhecimento é o que nos move dia após dia. Me sinto como você, quero fazer coisas que alimentam minha sede pelo conhecimento e é algo que só cresce dentro de mim. Texto maravilhoso ♥

    Beijos
    http://www.leiapop.com/

    ResponderExcluir
  16. Vai ser uma experiência fantástica :)
    Beijinhos 😊 , Damsel.me-Clique Aqui

    ResponderExcluir
  17. Oi, Monique

    Que belo texto. Espero que você encontre todas as aventuras pelas quais anseia. Divirta-se e voe! <3

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  18. Oi MOnique, voe longe. Que isso tudo acabe e que você siga seus planos e sonhos. Eu tenho uma amiga que se tornou nômade digital. Ela mora pelo mundo e trabalha digitalmente,
    Alimente a sua fome de conhecimento.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
  19. Olá..
    vai ser uma experiência fantástica, siga sempre os sonhos ♥
    beijinhos
    VOU ARRASAR BLOG

    ResponderExcluir
  20. Que coisa maravilhosa Monique! Fiquei super empolgada por você, acho que vai ser uma experiência LINDA! <3

    ResponderExcluir
  21. Que história incrível a sua. Li tudinho. Que você vá fundo nesse projeto.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  22. Oi Monique,
    Parabéns pelo texto!
    Desejo de coração que você seja feliz e faça tudo aquilo que tem vontade.
    beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Oiii Mo

    Me identifiquei demais contigo, sempre tive também essa sede de conhecer, de saber sobre o mundo, sobre tudo, adorava história, civilizações antigas, povos remotos, presidentes e líderes épicos. Algo sempre me instigou. Fico super feliz em sua nova jornada com o mochilão. Que a vida te guie sempre e que nunca te falte esse prazer por ver, por sentir e por conhecer cada pedacinho do que ainda falta. Seja feliz e muita muita sorte em tudo.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  24. Força ai!! Carrega nessa aventura :p

    https://blogda-joana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Ameeei! O conhecimento é tudo nessa vida.
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  26. Essa busca incessante e prazerosa por conhecimento, por meio da leitura, das artes, do conhecimento científico, é o que m fascina também! Amei conhecer um pouco da sua história e do seu novo projeto. Um dia quero realizar algo assim.

    Toda a sorte do mundo nessa nova empreitada ><

    https://monautrecote.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Pois voe, voe para longe e encha sua alma com todo o alimento de conhecimento que puder. Busque suas vitaminas nas palavras, na vivência e nos lugares. Ninguém merece ficar preso em uma gaiola com as asas encolhidas, ainda mais quando se escuta o chamado do mundo há tanto tempo. Adorei demais esse seu textão pois me identifiquei em muitos momentos. Minha mãe também foi a minha maior apoiadora na minha 'fome' e isso se reflete em mim até hoje. Que sorte a gente tem por termos tido duas mães professoras em nossas vidas.

    Abraço,
    Larissa ♥
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter