pensamentos

Onde estão os grilos?

sexta-feira, setembro 04, 2020

Onde estão os grilos?

Outro dia, ouvindo uma propaganda de meditação, onde tinham sons para acalmar - de chuva, de vento, etc - apareceu o som de uma noite com grilos cantando.

Logo me veio na lembrança a minha infância. Brincávamos na rua até tarde e ouvíamos os grilos cantando. Uma coisa que não se ouve mais.

Eu sempre morei no interior, mas agora, aqui já não é mais tão interior assim. Já conseguimos ver grandes prédios e menos árvores. Onde antes só tinha mato e vegetação, agora é puro concreto.

Onde foram parar os grilos? Meu irmão falou que eles estão em extinção. Pesquisei no Google e encontrei reportagens de 2017 falando sobre eles estarem desaparecendo. Além de outros insetos também, como abelhas e borboletas.

Será que restou para nós apenas a lembrança daquele som que nos acalmava? Aquela cantoria que vinha do chão? Vale refletir o quanto estamos dando amor para a natureza que nos cerca. O verde que cada vez está ficando menor ao nosso redor.

LEIA TAMBÉM

11 comentários

  1. Oi Monique, agora que você comentou eu realmente parei para analisar e percebi que você tem razão. Sempre morei em cidade grande, mas não era incomum ver abelhas ou grilos nos quintais das casas e hoje em dia se eu vi uma nos últimos 6 meses já é muito, mas infelizmente vivemos num país que não sabe dar valor para os tesouros da natureza.
    Espero que esse pensamento passe rápido para que as crianças do amanhã possam ouvir os sons que foram tão presentes em nossa infância.

    Abraços
    http://www.auniversitaria.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu realmente não tinha parado pra pensar na ausência desse barulhinho que eu achava infernal quando criança hahaha eu moro praticamente no interior e ainda escuto os grilos mas antes era muito mais frequente principalmente o barulho as cigarras quando dava umas 16h da tarde! Sinto muita saudade dessa época e me entristece saber que estão em extinção :/
    Beijoss, Blog Seja Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  3. Ai, que análise mais fofinha a que você fez, porque eu nunca tinha parado pra pensar nisso. Eu moro no interior e aqui também já foi mais frequente escutá-los. Aqui ainda tem, mas não como antes, só que eu achei que o aparecimento deles era por épocas rs, que tipo, há épocas em que eles aparecem mais, até achei que tivesse a ver com a estação, mas pela sua pesquisa eles estão mesmo em extinção, uma pena!
    Vou confessar que não gosto do som kkkkk, mas me remete a coisas boas também!

    Beijinhos 😘
    Thay - Sankas Books

    ResponderExcluir
  4. Eu estava esses dias pensando nisso depois de perceber que fazia anos que eu não via uma borboleta. Todo mundo ficou tão preocupado em construir prédios e ter um aspecto urbano que perdemos as coisas simples e que não voltam mais.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Monique... Eu tenho um aplicativo com esses sons...a moo
    Amei sua reflexão...pura verdade...
    Já estou seguindo você,seu blog é lindo... Se puder retribuir.. . beijinhos
    Cátila Santos

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca tinha parado pra pensar nisso. Realmente, quando eu era criança eu chegava até a ver uns grilos por aí, hoje em dia eu nem escuto mais o som (e é tão gostosin, né?!), acho que a última vez que ouvi um grilo cantar foi em 2015 na praia... É realmente triste, temos que aprender a cuidar mais da natureza :(

    Carol Justo | Justo Eu?!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Monique como vai? É triste presenciarmos cada dia mais o verde desaparecendo. É preciso haver uma conscientização de algumas pessoas sobre este assunto. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Ahhh isso é muito verdade! Também lembro muito do barulho dos grilos no anoitecer...Saudades daquela época e de tudo que marcou minha infância ♥

    ResponderExcluir
  9. É verdade, cada vez mais os sons da natureza estão a desaparecer. e no outro dia alguém lembrava uma coisa interessante: antigamente, quando viajavamos à noite, ficávamos com os faróis todos cobertos de insectos noturnos, de manhã só se viam asinhas. hoje já não acontece isso. Bjs

    Coisas de Feltro

    ResponderExcluir
  10. Também a minha infância esteve repleta, nas serenas noites de ardentia, da musicalidade do seu canto. Pena é que os vivos sinais da natureza se vão extinguindo, perante a impotência de muitos.
    Abraço solidário.
    Juvenal Nunes

    ResponderExcluir
  11. Fica a dúvida. Não sabia que eles estão desaparecendo. Uma pena. Eles me fazem acalmar na parte da noite antes de dormir.

    Bom fim de semana!

    OBS.: O JOVEM JORNALISTA está de volta com novos posts. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter