Editora Rocco

Cabala e a Arte de Manutenção da Carroça - Nilton Bonder

segunda-feira, outubro 07, 2019


Ter um negócio próprio requer coragem, porque o risco é enorme. E é sobre "risco" e como saber lidar com ele, além de pensamentos voltados para o mundo dos negócios, que iremos ler e refletir neste pequeno livro publicado pela Editora Rocco.

Sinopse do Livro:

Quando algo que você esperava não dá certo, você lamenta, mas segue em frente, revendo processos ou aproveitando novas oportunidades criadas pelo “problema”? Ou se atormenta pensando no que poderia ter feito para evitá-lo, ficando paralisado, sem saber o que fazer, ou, pior, insistindo em agir da mesma forma – e que fatalmente irão levá-lo ao mesmo erro? Em geral, boa parte das pessoas vive o segundo caso. A falta de habilidade em lidar com as expectativas e a tentativa permanente de evitar o risco levam as pessoas a mergulhar no que o rabino Nilton Bonder chama de tsure, termo em iídiche para a aflição gerada pelos infortúnios. Diante desse cenário, o rabino indica que a solução é abraçar o risco e incorporá-lo, para que ele possa ser gerenciado, já que ele não pode – nem deve - ser evitado. É esse conceito que o autor desenvolve em A cabala e a arte da manutenção da carroça – Lidando com a lama, o buraco, o revés e a escassez.

"Mesmo assim, por mais vigilantes que sejamos e por mais preparados que estejamos, haverá momentos em que a lama prevalecerá. Nesses momentos, não há outra saída a não ser descer da carroça e entrar na lama junto com o cavalo e empurrar. Importante registrar, porém, que a experiência desses momentos não será mais na condição de shit, de um incidente, mas sim de aceitação da essência daquilo que é uma estrada. A mesma terra que dá sustentação também produz a lama."

Nilton Bonder é rabino da Congregação Judaica no Brasil, e autor de Cabala e a Arte da Manutenção da Carroça, um livro de pouquíssimas páginas (só 94) mas repleto de lições sobre negócios. Na verdade, a genialidade do livro não está necessariamente no que ele diz de forma direta, mas nos espaços em branco, no raciocínio e na interpretação do leitor. E isso faz com que, você leia mais de uma vez, para tentar absorver tudo que o livro quer transmitir.

Para o autor, uma empresa é uma carroça: as vendas são o cavalo que puxa a carroça. O marketing são as rodas. E a empresa é a carroça em si. Pode parecer uma simplificação tola, mas foi uma das melhores metáforas sobre gestão que já conheci. Genial porque é simples mesmo, mas fala muito: as vendas são o motor da empresa, são responsáveis pelo avanço. Uma empresa sem um setor de vendas não consegue avançar. Por outro lado, o marketing deixa o trabalho das vendas mais leve, ao ser responsável pela marca da empresa. Imagine um cavalo puxando uma carroça sem rodas: é possível, mas é bem mais difícil.

Antes de mais nada, é importante entender o que é Cabala. Na minha ignorância, a palavra cabala estava ligada a algo esotérico (talvez pela palavra “cabalístico”). Pesquisando um pouco, descobri que a Cabala tem origem no judaísmo, e é um conjunto de ensinamentos feitos para explicar as coisas etéreas, misteriosas, divinas, cósmicas. Claro que essa explicação é muito rasa e incompleta para tentar explicar o que é Cabala; mas dá uma ideia de que se trata do estudo sobre coisas que não são totalmente controláveis pelo homem.

Bonder abre os capítulos contando sempre uma fábula. A estrela dessas histórias é sempre a figura da carroça, uma espécie de startup dos tempos antigos, que reunia inovação, engenharia e energia transformadas em negócio em si – os produtos eram vendidos sobre as próprias carroças sobre os quais eram transportados – e também era um instrumento de prospecção de novos negócios e oportunidades.


O livro, se usa de parábolas para fazer o leitor refletir. O autor se propõe a analisar a gestão observando o contratempo (risco, o imponderável) diante de quatro esferas: a física, a emocional, a intelectual e a espiritual.

É a partir do que acontece com as carroças nas histórias – ela fica atolada na lama, ela tomba, o cavalo que a transporta morre – que o autor utiliza os princípios da Cabala, como a teatralidade – quando um objeto ou situação é decomposto em quatro diferentes esferas – para analisar os riscos nas quatro formas elencadas pelo rabino: a lama, que se dá no plano físico e representa a vulnerabilidade; o buraco, que se dá no plano emocional e representa a incerteza; o revés, que se dá no plano intelectual e representa a complexidade, e a escassez, que se dá no plano espiritual e representa a ambivalência.

O lançamento é o primeiro volume de uma série de sete livros inspiracionais sobre comportamento sob a ótica da cabala. O livro é bem curtinho e a leitura é muito fácil. Na minha opinião é realmente um dos livros sobre negócios mais inteligentes e direto ao ponto que já li. Isso porque ele faz o que todo bom livro deveria fazer: fazer o leitor pensar. Fica a dica para quem gosta do tema!

Sobre o autor:

Rabino da Congregação Judaica do Brasil, Nilton Bonder se destacou internacionalmente como um dos maiores intérpretes literários da antiga sabedoria judaica e também como um ativo defensor e promotor do ecumenismo religioso, atributos que fazem com que seus livros sensibilizem leitores das mais diferentes culturas e nacionalidades. Nilton Bonder publicou mais de uma vintena de livros pela Editora Rocco, entre os quais: Exercícios d’Alma; Portais secretos; O sagrado; Tirando os sapatos; Segundas intenções e a trilogia A Cabala da comida; A Cabala do dinheiro; A Cabala da inveja. Sua obra A alma imoral, que deu origem à peça homônima interpretada por Clarice Niskier, é um dos maiores sucessos do teatro brasileiro em todos os tempos, decorridos mais de dez anos de sua estreia.

TENHA TAMBÉM ESSA EXPERIÊNCIA DE LEITURA:

LEIA TAMBÉM

12 comentários

  1. Oi, Monique como vai? Que livro bacana e ao ler sua resenha pude perceber que a obra é excelente. Abraco!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Que livro diferente, achei bem interessante e diferente dos demais que você costuma compartilhar aqui.
    Nem sempre sabemos aproveitar as novas oportunidades que o problemas no trazem né? Parece ser muito bom pra aprender mais sobre isso. Gostei! :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Monique! Confesso que não é um livro que leria normalmente, mas gostei bastante da reflexão proposta! E a edição parece muito boa!
    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Adorei saber que ele usou de parábolas e exemplos simples para explicar o que queria e seu ponto de vista sobre. É uma forma diferente de prender o leitor e ensinar a sua mensagem. Também adorei a comparação que fez com relação ao negócio e a carroça. Nunca tinha visto uma comparação do tipo rs

    Abraço,
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  5. Ual, eu adoraria ler esse livro ♥
    Fiz um post no meu Blog com meus autores favoritos da vida, dá uma olhadinha lá. ♥
    Beijinhos ;*

    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
  6. Oi Monique,

    Achei a capa e o tema interessante. Pois é difícil pegarmos livros de negócios desse estilo.
    Vou anotar na lista com certeza!

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amei conhecer esse livro, Monique. A capa está um amor e o tema me interessou bastante! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  8. Parece ser ótimo! Super amei a dica.
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, Monique.
    Eu tinha uma ideia diferente do que era cabala hehe. Mas vou deixar passar a dica porque não gosto de ler livros de não ficção.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Olá! Não sei se já comentei aqui que de uns tempos pra cá estou amando ler livros que tem sequencia, esse com 7 livros com certeza vou querer acompanhar. Não conheço a escrita do autor mas, sei que vai ser uma ótima oportunidade para conhecer.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nossa, que enredo curioso! Nunca tinha visto livros assim, apesar de não gostar do gênero, deve ser ótima a leitura.

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter