Editora Rocco

Dica de Livro: O Urso e o Rouxinol

quarta-feira, novembro 15, 2017

Dica de Livro: O Urso e o Rouxinol

Marina é filha de uma mulher misteriosa que pouco se sabe sobre. Mas que apresentava algum tipo de magia, ela fazia as coisas acontecerem. Ela teve 4 filhos mas sabia que nenhum realmente tinha herdado "o dom". Então decidiu ter a quinta filha, mesmo que lhe custasse a morte. É assim, com uma morte e um nascimento que começamos esse livro publicado e lançado pela Editora Rocco neste ano.

Sinopse do livro:

O urso e o rouxinol mistura aventura, fantasia e mitologia ao acompanhar a jornada da jovem Vasya, criada, junto aos irmãos, num vilarejo próximo de uma floresta, e que cresceu ouvindo de sua ama contos e lendas sobre criaturas que vivem nas matas e que precisam receber oferendas para manter o mal adormecido em seu interior. Mas a chegada de Anna, madrasta de Vasya vinda da capital, de hábitos católicos, e de um padre ortodoxo que resolve instituir as práticas cristãs no vilarejo, provoca uma mudança na rotina da menina e abre as portas para uma terrível catástrofe. Sensível e determinada, Vasya é a única que consegue enxergar e conversar com esses seres fantásticos e torna-se a última esperança para salvar o povoado onde nasceu da destruição.

Dica de Livro: O Urso e o Rouxinol

Essa é uma história que se passa na Rússia, na época monárquica, em terras selvagens com florestas e um inverno extremamente rigoroso em praticamente todo o período do ano. Órfã de mãe (que morreu quando ela nasceu) e filha caçula do rico e generoso senhor feudal daquela região, a pequena Vasya cresce sob a proteção de seus irmãos mais velhos, alimentada pelos fascinantes contos de fadas que a ama Dunya conta às crianças ao redor do forno, para espantar o frio e para que o sonho venha de maneira mais tranquila.

"Vasilisa Petrovna era uma garotinha feia, magrela como um caniço, com dedos longos e pés enormes. Tinha a boca e os olhos grandes demais para todo o resto. Olga chamava-a de sapo, e não pensava a respeito. Mas os olhos da menina tinham a cor da floresta durante uma tempestade de verão, e sua boca larga era doce. Sabia ser ajuizada quando queria - e era esperta -, a tal ponto que os membros da sua família entreolhavam-se, atônitos, cada vez que ela perdia o juízo e punha mais uma ideia louca na cabeça."
Vasya adorava as histórias que Dunya contava, mas sua favorita era a que tinha um Rei do Inverno, considerado como sendo a própria Morte, e seu irmão gêmeo, o Urso, que se fortalece com o medo das pessoas e as guerras. Para ela, que enxerga os espíritos da floresta, os gêmeos da história eram reais e uma ameaça aterrorizante que rondava a região. Todos que moravam ali respeitavam muito esses espíritos, pois eles podiam ser muito perigosos afinal (é melhor não arriscar mesmo nas crenças né?!). Mas a história toma um outro caminho quando, em uma viagem para Moscou, o pai de Vasya volta casado.

A madrasta, Anna Ivanovna, já chega na família causando discórdia. Como ela tem crenças diferentes de Vasya e seus irmãos, ela acaba fazendo coisas que para a família, pode trazer perigos, por causa dos espíritos que habitam aquele local. Um tipo de desrespeito aos espíritos. Logo, várias coisas começam a acontecer e a aldeia inteira começa a sofrer com isso. Mas Vasya guarda um grande destino com ela, e ela vai mostrar todo o seu valor nessa "batalha".

Dica de Livro: O Urso e o Rouxinol

Um assunto que o livro traz com bastante "força" é o machismo, a ideia da mulher e de seu destino. Com frases como "para isso que as mulheres servem", a autora traz um tabu muito grande não só daquela época ou local. E para isso, também traz uma protagonista que não segue as regras, que não quer isso para ela, que quer ser livre e fazer tudo que tem direito. Uma mulher com um grande poder de independência.

Está é uma história que começou bem complicada para mim. Um ambiente totalmente diferente, com vários nomes russos, que são bem diferentes dos nossos, em pronúncia, escrita e até para assimilar, deu uma travada na leitura. Até a gente se acostumar com tudo, e saber quem é quem, a leitura não chega a fluir tão naturalmente. Tem o glossário no final do livro, mas mesmo assim, até você se acostumar, a leitura é um pouco travada. Mas isso não chega a ser um empecilho. Esse livro de estreia da norte-americana Katherine Arden, que parece que será uma trilogia sobre folclores russos é uma história que te levará para uma aventura fria mas de muitas descobertas.

Não é uma história leve e nem fácil de se ler (pode parecer pela capa fofinha, mas não é). Demorei para me apegar aos personagens e ao local. Mas com certeza vale muito a pena conhecer e se aventurar. O urso e o rouxinol nos apresenta uma aventura mágica que valoriza a força do amor, denuncia o alcance devastador dos discursos de ódio e ainda questiona o papel da mulher numa sociedade medieval.

Dica de Livro: O Urso e o Rouxinol


Sobre a edição:

A edição é muito bonita. A capa arranca suspiros e já deixa aquela vontade de conhecer esse conto de fadas russo. O livro é separado em capítulos e também em partes, o que ajuda o leitor a saber em que parte da história se encontra. A diagramação é boa e as páginas são amareladas.

Sobre a autora:

Nascida em Austin, no Texas, Katherine Arden passou um ano do ensino médio em Rennes, França. Após ser aprovada para a Middlebury College em Vermont, ela adiou a inscrição por um ano para viver e estudar em Moscou. Na Middlebury, especializou-se em literatura francesa e russa. Depois de formada, mudou-se para Maui, Havaí, e atualmente vive em Vermont.

................................................................
Editora: Rocco
Autora: Katherine Arden
Assunto: Literatura Juvenil
Páginas: 320
Compre o livro: Amazon


Avaliação da Leitura:  

................................................................

LEIA TAMBÉM

16 comentários

  1. Olá, estava curiosa para ler uma resenha desse livro. Num grupo que participo no facebook foi comentado mesmo como essa capa da edição brasileira traz uma visão de que o livro é mais leve do que realmente é.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi
    nunca li nada que se passa na Russia, acho que deve ser legal, que bom que gostou não sei se leria, mas a história parece ser boa.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Monique,
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro e adorei.
    Desde a capa e a abordagem da autora sobre a imagem feminina na época e a ambientação. Espero ter oportunidade de ler e gostar tanto quanto você.

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse livro! Gosto bastante do tema, logo, agora preciso lê-lo!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  5. Olá! Tudo bem com vc?
    Parece ser uma leitura tão leve, tão fofa!
    Passando pra agradecer a visita lá no blog.
    Volte sempre!

    Bjo,
    miiistoquente

    ResponderExcluir
  6. Uau! Essa capa é linda, e não esperava que ele fosse tratar de tais assuntos como você falou. Fiquei curiosa. Vou deixar na fila de espera de livros para ler..hahahaha
    Beijos
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
  7. Oi Monique, realmente a capa fofinha engana bem. Parece ter uma boa ambientação e quase não li livros de fantasia em era feudal, apesar da narrativa não ser fácil fiquei interessada!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Esse capa é maravilhosa!
    Ótima sugestão de livro e resenha.
    Beijos.
    https://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Um livro com uma proposta bem diferente. Gostei.
    Bom final de semana

    Até mais,
    Emerson Garcia

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  10. Oie
    A capa me enganou direitinho, esperava um outro tipo de história e fiquei surpresa agora com o enredo. Adorei sua resenha. A capa é muito linda mesmo.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Nice post!! Your blog is interesting!!
    I follow you. Mind following back?


    http://asweetwoorld.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi! Eu adorei a capa desse livro e a temática dela. Com toda a certeza vou querer ler, ainda mais porque se passa na Rússia, tenho muita curiosidade sobre o país nesta época.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  13. Que livro encantador *_* gostei muito do design da capa, lindo!

    bjus

    Ari ♥
    www.devoltaaoretro.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi, Monique

    Imagino que seja mesmo complicado ler esses nomes russos! Hahahaha
    Mas achei um diferencial bacana a ambientação.
    Realmente pela capa parece uma leitura super tranquila! Hahaha

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Monique!
    Também finalizei o livro essa semana e gostei bastante, embora algumas partes tenham me parecido confusas. A ideia de transformar em uma imensa fabula foi brilhante, mas nao sei, fiquei com um pe atras com a protagonista. Ela não me desceu muito nao KKK.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter