Leituras Filmes e Séries Viagens Alimentação    Hospedagem   Renda Extra
América do Sul

Um mergulho ao passado e na cultura do Rio Grande do Sul

quinta-feira, julho 07, 2022

Um mergulho ao passado e na cultura do Rio Grande do Sul

Você conhece São Miguel das Missões? Em São Miguel das Missões localiza-se o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo, onde estão as ruínas jesuítas da antiga redução. Foram declaradas Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1983.

Esse lugar cheio de história que presenciou o início da construção do povo gaúcho fica em um lugarzinho aqui no sul do Brasil e é encantador, principalmente para quem adora arquitetura, história e cultura.

São Miguel das Missões

O povoado de São Miguel Arcanjo, ou das Missões, teve origem em uma redução jesuítica, que foi um dos Sete Povos das Missões. Na época da fundação a redução contava com cerca de 4.000 habitantes.

A redução foi construída em uma colina, o que favorecia o escoamento das águas pluviais abundantes no verão. No centro, em frente à igreja, foi construída uma praça quadrangular que media aproximadamente 130 metros de lado. O colégio, a igreja e o cemitério ocupavam o lado norte e nos outros três lados restantes se erguiam as casas dos nativos. Na parte de trás os padres tinham uma quinta, cercada por um muro de pedras com jardim, pomar e horta.

Um mergulho ao passado e na cultura do Rio Grande do Sul
 
A construção da Igreja de São Miguel, concluída em 1745, no final do período barroco, durou dez anos e seu projeto foi inspirado na Igreja de Gesú de Roma, sede da Companhia de Jesus. O requinte dessa concepção arquitetônica pode ser evidenciado pelas ondulações côncavas da fachada principal e a leve inclinação dos planos externos que, por meio da correção da perspectiva, tinha o propósito de enfatizar o caráter monumental da obra. 

Erguido com pedra de cantaria, branqueada com um tipo de argila chamada tabatinga, o edifício possuía características diferentes das demais construções missioneiras da época: a estrutura era definida por paredes de pedra, ao invés dos comuns esqueletos de madeira. 

Seguindo a tradição da época, a Igreja de São Miguel apresentava uma rica e colorida ornamentação interna, formada por entalhes, pinturas e esculturas com motivos sacros. Algumas imagens, feitas em arenito, compõem o acervo do Museu das Missões.

Um mergulho ao passado e na cultura do Rio Grande do Sul

Em 1828 o monumento foi depredado durante os saques que ocorreram na Guerra da Cisplatina. Além disso, foi vítima da ação dos aventureiros que buscavam o tesouro dos jesuítas e da retirada de muitos materiais para uso em outras construções.

Como visitar as ruínas?

O Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo - Redução, fica em São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul. CEP 123456. Você pode visitar de terças-feiras a domingos e "todos os feriados", das 9h às 12h - 14h às 18h. As segundas-feiras o Sítio abre das 13h30min às 18h. 

Um mergulho ao passado e na cultura do Rio Grande do Sul

O valor dos ingressos para visitação ao Sítio é, para adultos, R$ 14,00 reais; Estudantes e crianças acima de 6 anos R$ 7,00 reais e Adultos acima de 60 anos R$ 7,00 reais. Pela noite, é possível assistir o espetáculo Som e Luz em Português. Ele acontece nos meses de Novembro, Dezembro, Janeiro e Fevereiro às 20h30min. Em Março, Abril, Maio, Junho, julho, Agosto, Setembro, Outubro às 20h. Estudantes e pessoas com mais 60 anos pagam R$ 10,00 reais e Adulto: R$ 25,00 reais.

Dicas para a visitação

Com certeza, para quem está indo para as Missões, principalmente nesta época de outono e inverno, meu maior conselho é: vá com bastante agasalho. Principalmente ao espetáculo. O vento que tem no local é muito frio, o que faz a sensação térmica ser “um pouco pior do que realmente está”.

Use casacos, mantas e até tocas para proteger as orelhas. Pela noite, se você ficar para ver o espetáculo (que eu recomendo muito porque é muito bonito), se agasalhe bem e separe uma almofadinha ou cobertor para sentar em cima. Isso porque a “arquibancada” onde você irá sentar para assistir, é de pedra e bem gelada.

Um mergulho ao passado e na cultura do Rio Grande do Sul

Contrate ou vá com um guia local. Só observar as ruínas não é a mesma coisa que ouvir a história e imaginar como tudo era na época, além de toda a história do povo, forma que viviam, como foram as construções e muito mais.

E se você está visitando a região das Missões, não esqueça de conhecer a cidade vizinha e também cheia de história: Santo Ângelo.

LEIA TAMBÉM

10 comentários

  1. Que lugar incrível Monique. Se eu não me engano, essas ruínas serviram de locações para novelas, séries da Globo.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Achei bem legal conhecer mais sobre esse ponto histórico. As fotos já estavam belas, a noturna arrasou tudo ainda mais linda.
    Quem sabe futuramente eu possa visitar.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. A cultura do local é profunda e vale a pena registrar.
    TastyWig

    ResponderExcluir
  4. Adoraria ir lá conhecer pessoalmente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Monique, são tantos lugares lindos que não conhecemos ainda.
    Tantos destinos e esse é um dos lugares que se eu for para esses lados vou querer conhecer.
    Amei as fotos e a história local tem muito a contar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi
    que lugar interessante para visitar, nunca escutei falar. O preço para visitar é bom.
    Parece ser uma boa experiência.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Assim que eu tiver oportunidade de ir para o Rio Grande do Sul, vou visitar essas ruinas, adorei a experiência cultural que você compartilhou
    beijos ♥ blog | insta

    ResponderExcluir
  8. E uma delicia mergulhar em historias de lugares e conhecer um pouco mais da cultura ne, amei a postagem. Beijos.
    https://cidocemulher.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Monique. Tudo bem? Lindas fotos. Adorei poder conhecer. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter