04 dezembro 2017

Rainha de Katwe: A emocionante história da garota que conquistou o mundo do xadrez - Tim Crothers



Uma história real e emocionante que mostra que mesmo em meio a favela e a pobreza, ainda tem pessoas que sonham e começam a realizar. Uma dessas é Phiona, que mesmo sem dinheiro para comer, encontrou no xadrez uma forma de crescer e conhecer o mundo. Essa é uma edição da Editora Harper Collins.

Sinopse do Livro:

A incrível história da garota africana que conquistou o mundo do xadrez agora chega aos cinemas! Nascida e criada em uma das favelas mais miseráveis da África, Phiona Mutesi chamou a atenção do mundo todo ao se tornar campeã nacional da Uganda com apenas quatorze anos de idade. Com essa vitória, teve a chance de competir nas Olimpíadas de Xadrez, o evento de maior prestígio do jogo. Lá, foi uma das primeiras mulheres de seu país a ganhar o título de Mestra do Xadrez. Tanto na vida quanto nos tabuleiros, Phiona demonstrou um talento impressionante de perseverar diante dos maiores obstáculos. Esta é a sua história, que está chegando também nos cinemas de todo o Brasil pelos estúdios Disney, estrelada pela vencedora do Oscar Lupita Nyong’o e pelo ator premiado David Oyelowo.


Katwe é uma favela mais do que pobre da África. Estima-se que lá, metade de todas as adolescentes já sejam mães, e o pior: solteiras. Por serem abusadas, pelo marido morrer, ou por terem maridos que bebem e as tratam mal, elas acabam sozinhas com vários filhos. Um ciclo de pobreza. Foi neste lugar que nasceu Phiona. O pai de Phiona morreu de aids quando ela tinha apenas três anos. Uma irmã morreu duas semanas depois. Sua mãe, com cinco filhos para criar, vendeu tudo e não tinha dinheiro para mais do que um dia. O futuro não era dos melhores para a família.

"Em Uganda, se diz que 'dar à luz uma filha é como dar á luz açúcar'. Crianças do sexo feminino são vistas por muitos ugandenses como bens. Dotes. Quando chega a hora do casamento, elas valem um número negociável de gado, o que explica por que muitos homens ugandenses enxergam as mulheres como propriedades."

Katende também nasceu em uma família pobre e grande, morou toda a sua infância com a tia, depois que sua mãe morreu. Ele era muito bom no futebol e conseguiu fazer uma carreira legal enquanto estudava. Quando se formou, decidiu ensinar crianças da região a jogarem também, mas veio um dilema: O que ensinar para as crianças que não gostam de futebol? Foi aí que surgiu a ideia de ensinar xadrez.

"A grande questão no xadrez é planejar. Qual a próxima jogada? Como pode fugir do ataque que fizeram contra você? Tomamos decisões como essas diariamente na favela."
Os capítulos do livro intercalam entre a história de Phiona e do Katende (professor), até que na metade do livro eles se encontram. As duas histórias são contadas desde o nascimento dos dois, mas isso não torna a história massante, e sim mostra a força de vontade que os dois tiveram diante das dificuldades da vida.

Temos também um capítulo dedicado a história do xadrez pelo mundo, até chegar em Uganda. O jogo de xadrez, a determinação das crianças e do professor, fizeram esses jovens saírem da favela para o mundo, andar de avião e conhecer lugares novos. Nem eles acreditavam que tudo isso poderia acontecer. E não, essa história não é daquelas que acaba com as pessoas milionárias que venceram a favela (ainda não pelo menos). Tudo o que aconteceu serviu para mostrar para as crianças que elas poderiam sonhar, porque assim, poderiam ter a chance de realizar.

É muito emocionante os relatos contados por Phiona no livro. Uma criança que desde cedo começou a trabalhar junto com os irmãos pois não tinham dinheiro nem para comer. Que olhava para as outras crianças brincando e se perguntava porque ela não podia estar lá também. Das doenças e dificuldades. Dos muitos despejos do casebre pois não tinham dinheiro para pagar, e a mesma coisa da escola. E em contraste, ver no final do livro ela contando sobre seus sonhos e desejos... não tem como não se emocionar com a história de vida, que está apenas começando, já que quando ela começou no xadrez tinha apenas nove ano.

"Phiona também criou seus próprio projeto de xadrez informal em sua escola de ensino médio, ensinando a vinte de suas colegas mulheres. O xadrez se tornou tão popular que a professora de Phiona, Abbey Ssentogo, muitas vezes precisou confiscar tabuleiros dos alunos que jogavam escondidos na aula."

Esta é uma história emocionante que vale a pena ser lida. Também saiu filme o ano passado, baseado nesse livro. Ainda não assisti mas só de olhar o trailer já posso sentir que é emocionante (coloquei ele ali embaixo para vocês verem também).

Sobre a edição:

A diagramação do livro é boa, o estilo da escrita é tipo reportagem, o que foi estranho para mim no começo, mas depois me acostumei. As páginas são amareladas. A capa é bonita, tenta mostrar um pouco da vida de Phiona. Tem algumas fotos bem bacanas no meio do livro.

Sobre o escritor:

Tim Crothers foi escritor sênior da Sports Illustrated antes de se tornar professor na Escola de Jornalismo da Universidade da Carolina do Norte. Além de Rainha de Katwe, que recebe adaptação para o cinema pelos estúdios Disney, Crothers é também autor de The Man Watching, a biografia de Anson Dorrance, lendário técnico do time de futebol feminino dos Estados Unidos, e coautor de Hard Work, a autobiografia do técnico de basquete Roy Crothers. Tim mora em Chapel Hill, Carolina do Norte, com a esposa e dois filhos.


................................................................
Editora: Harper Collins
Escritor: Tim Crothers
Assunto: Biografia
Páginas: 232

Compre o livro: Amazon


Avaliação da Leitura:  

................................................................

18 comentários:

Que legal, ainda não conhecia. Achei bem interessante :D

http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/
Oi Monique!
Eu nao sou muito chegado nesse tipo de livro nao confesso. Mas sem duvidas parece ser uma leitura muito engrandecedora e tem muito a oferecer com uma personagem tao distinta.

Abraços
David
http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/
nossa que maximo essa historia, gostei demais!

www.tofucolorido.com.br
www.facebook.com/blogtofucolorido
A história parece bem emocionante. Gosto de livros baseados em histórias reais.
Bjus!

galerafashion.com
Oi Monique! Puxa eu só sabia do filme, não sabia do livro! A história é sem dúvida incrível mesmo e a edição muito bonita!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante
Ainda não pude ler o livro, mas vi o filme e me apaixonei.
Essa história é tão linda e me fez pensar por dias nela.
beijos
http://lolamantovani.blogspot.com.br/
Esse livro deve ser super emocionante mesmo. Fiquei super curiosa. Aliás, vou inclusive assistir ao filme!

Beijo!
Cores do Vício
Oi, Monique!
Não é o meu estilo de livro, mas dá pra ver que a história é bem emocionante mesmo. Quem sabe não assisto o filme...
Beijos
Balaio de Babados
Participe do Natal Literário e ganhe prêmios maravilhosos
very emotionally history
New review on my blog <<< fashion influencer >>>
have an happy day
kisses
Que livro maravilhoso!
Não conhecia nem o filme, ótima sugestão.
Beijos.
https://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/
Olá Monique! Tudo bem?
Ahh eu vi a foto lá no seu instagram e achei o máximo essa história! Fiquei super curiosa para vir aqui conferir a resenha completa. Achei muito legal essa história com o xadrez, gosto muito do jogo! E deve ser uma trajetória realmente emocionante. Que ótimo ter o filme também :D
beeijo

https://lecaferouge.blogspot.com.br/
Olá! Tudo bem?
Não conhecia o filme e nem o livro, mas através da sua resenha me interessei pela história!
Obrigada pelo comentário lá no meu blog.
Volte sempre!

Bjo,
miiistoquente~
Já tinha muita vontade de assistir o filme, não sabia sobre o livro!

mariasabetudo
Oi, tudo bem?
Não conhecia bem a história desse livro, só tinha visto por capa mesmo, e achei muito interessante. Gosto muito de livros que contam histórias reais de pessoas que conseguiram vencer na vida, e essa parece ser muito emocionante, espero ter oportunidade de ler um dia, ou ao menos assistir o filme.

Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
Um super beijo :*
Claris - Plasticodelic
Oi, Monique!
Eu não conhecia o livro, mas ele parece ser interessante e bem emocionante.
Não tenho o costume de ler livro com fatos verídicos, mas esse parece ter uma trama bem legal!
Beijinhos,

Galáxia dos Desejos
Que história linda... nunca se sabe onde nasce um "Jesus Cristo"...
Xoxo from Portugal

marisascloset.blogspot.com

Postar um comentário

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter