01 setembro 2017

Dica de Livro: Esqueça o Amanhã


Eu pensei que esse lançamento da Galera Record seria mais uma história clichê sobre o fato de não podermos mudar o futuro, descobrir memórias, etc..., no estilo do filme Minority Report. Eu estava enganada! O que eu pensei que fosse, era só o começo. "...o bater das asas de um inseto pode provocar um furacão do outro lado do mundo". O livro Esqueça o Amanhã é o primeiro da trilogia de mesmo nome que conta também com um spin-off. Ainda não há previsão de lançamento para a continuação (triste). "Que a alegria do futuro a ampare pelas provações do presente".

Sinopse do livro:

Em uma sociedade onde jovens recebem uma visão de seu futuro quando completam 17 anos, todos têm uma carreira a qual dedicar seus esforços. Um campeão de natação, um renomado cientista, um chef de sucesso... ou, no caso de Callie, uma assassina. Em sua visão, a garota se vê matando a própria irmã. Antes que ela possa entender o que aconteceu, Callie é presa – e a única pessoa capaz de ajudá-la é Logan, uma paixonite de infância com quem não fala há cinco anos. Agora, Callie precisa descobrir uma forma de proteger sua irmã da pior das ameaças: ela mesma.


Esse é um thriller que te prende de um jeito que você não quer largar (acho que esse gênero literário é assim mesmo, mas como leio poucos livros desse estilo, me surpreendi). Quando você acha que já sabe tudo sobre a história, ela vai lá e te apresenta um novo parâmetro. É aquele tipo de história que você já imagina quem é o vilão, mas tenta achar hipóteses para os acontecimentos. E depois cai por terra e não é mais nada que você imaginava kkkk.

"Às vezes parece que passei a vida inteira esperando fazer 17 anos. Meço meus dias não pelas experiências, mas pelo tempo que resta até receber minha memória, a memória, aquela que deve dar significado à minha vida."
Callie é a nossa protagonista. Ao completar 17 anos, todas as pessoas recebem sua memória do futuro. Um acontecimento que fica gravado em um chip, e é usado na contratação de empregos, entre outras coisas. Imagina você poder contratar um profissional que você sabe que terá sucesso na profissão, porque viu isso em sua memória do futuro. Ou você se decidir em duas profissões que estava em dúvidas, na hora de escolher o vestibular. Maravilhoso não é?! Uma pequena cena que molda a pessoa pelo resto de sua vida. "Em Eden City, a memória do futuro é sua maior recomendação. Mais do que suas notas na escola, mais do que o histórico de crédito. Porque sua memória é mais do que um previsor. É uma garantia".

O problema e os questionamentos começam a surgir quando a visão do futuro não é tão boa assim. Callie se vê enfiando uma agulha no coração da irmã. Ela será uma assassina. Como fugir deste futuro já traçado? E é neste momento que nossa história realmente começa, quando nossa protagonista descobre outras pessoas que também tiveram lembranças ruins e estão fugindo do governo (Empresa ComA).

"O único monstro aqui é sua memória do futuro. Ela rouba sua paz e faz você duvidar de quem é. Eu te conheço, Callie, e você é cheia de amor. (...) Como é possível criticar os atos futuros de alguém sem compreender as circunstâncias?"
O livro traz algumas questões bem interessantes que faz o leitor refletir e discutir a respeito. Será que o futuro poderia ser mudado agora que você sabe sobre ele? (exemplo não matar uma pessoa agora que você descobre que mataria no futuro). A vida das pessoas seria realmente perfeita se elas soubessem de acontecimentos do futuro?! Será que essa "verdade" do futuro, pode ser questionada?!


Somos apresentados à vários casos de memórias "ruins". Como um homem que espancou a esposa, uma menina que matou seu estuprador, uma mãe que se descuidou da filha e ela faleceu. A nossa própria protagonista mata a irmã. Acredito que essa seja a "moral" que a autora quer nos passar e nos fazer questionar: Alguns segundos de uma memória aleatória (onde não vemos acontecimentos de antes e depois, o que ocasionou aquele fato), pode nos dar respostas exatas sobre os acontecimentos futuros e personalidade?! Até onde os atos da empresa que disponibiliza essas memórias são aceitáveis?! "É isso que acaba com a gente quando o assunto é a memória do futuro. Você tem um fragmento do seu futuro, tão multidimensional e nítido que parece a vida real. Mas não tem contexto. Nenhum motivo, nem explicação. Fica só com um fato, algo que não pode defender nem justificar."

"Toda minha infância foi uma contagem regressiva para o dia em que eu receberia minha memória do futuro. Passei tanto tempo na expectativa pelo amanhã - fazendo planos, imaginando hipóteses, preocupando-me interminavelmente - que nem sei como viver no presente."
Uma distopia com thriller. Uma mistura de mensagens do futuro, com viagem no tempo e poderes de telepatia. Apesar de sentir algum vazio pouco explorado em algumas partes (mas acredito que será preenchido nos próximos livros), essa história me deu arrepios de tantas surpresas. Não esperava nada e recebi um prato cheio.

Sobre a edição:

A edição é bem feita. A capa é muito bonita com a evidência do bater das asas, o que tem tudo a ver com a história. A diagramação é ótima, a leitura fica bem dinâmica e rápida. O espaçamento é bom e as páginas são amareladas.

Sobre a autora:

Pintip Dunn sempre quis ser uma escritora. Com um diploma de Harvard em Inglês e Literatura Inglesa, seu sonho nunca esmoreceu. Com um J.D. na prestigiada escola de Direito de Yale, onde publicou um artigo sobre o papel dos juízes, ela mora em Maryland com o marido e os filhos.

................................................................
Editora: Record
Autora: Pintip Dunn
Assunto: Ficção Juvenil
Páginas: 384
Compre o livro: Amazon | Saraiva


Avaliação da Leitura:  

................................................................ 

16 comentários:

fiquei com muita vontade de ler!!
adorei o post
beijos
Resenha maravilhosa amei a dica do livro,
bom final de semana, obrigado pela visita.
Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM
Oi! Que resenha linda, mostrou perfeitamente a história do livro e me deixou bem curiosa para ler. Fiquei apreensiva só de imaginar, você ser julgada por algo que nem aconteceu. Achei interessante. Bjos ❤

Click Literário
Oie!
É muito bom quando nos surpreendemos de um modo positivo com um livro, a minha amiga leu mas não gostou muito. Fico feliz que tenha gostado da leitura, e ser um livro que prende o leitor, pois a premissa dele é ótima.

Beijos!
Eli - Leitura Entre Amigas
http://www.leituraentreamigas.com.br/
É um país lindo :')

Todos os teus posts dão-me vontade enorme de começar com maratonas literárias!

NEW BRANDING POST | OPEN DAY: Diva’s Beauty Charm Studio :o
InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D
Great post!
Can you follow me? I follow you :)

Have a nice day!
murasakiiroanu.blogspot.com
Olá, Monique.
Eu estou com bastante vontade de ler esse livro. Mas essa capa me lembra de livros de anjos hehe.

Prefácio
Oi
que bom que curtiu a leitura, eu gostei mais confesso que ficou faltando algo, fora que a protagonista precisava criar mais independência, já que ela só agia se tivesse ajuda e o romance ganhou muito destaque o que deixou coisas mais interessantes com menos destaque, mas vou querer ler a continuação.

momentocrivelli.blogspot.com.br
Oi Monique, tudo bem?

Realmente a trama parece ter mesmo o estilo de Minority Report. que aliás é um filme que eu adoro! Essa mistura de distopia com thriller me agrada bastante, uma pena ainda não ter continuação.

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante
Esse é um livro maravilhoso.
Ótima resenha.
Beijos.
http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/
OOOI MONIQUE

eu adoro thrillers, então curti bastante essa sinopse. COnfesso que já tive esse desejo de saber o futuro pra saber quais decisões são as certas a tomar. Logo, já pus na listinha do skoob. Curti mesmo!

beijo
www.beinghellz.com.br
Oi, Monique!
Também achei que tem vibes de Minority Report por causa dessas visões do futuro e tals...
Ultimamente ando indo sem expectativa nenhuma em alguns livros e me surpreendo bastante.
Eu olho essa capa e só lembro de um dos livros dos Maddox, da Jamie McGuire. A capa é no mesmo estilo, mas não sabia que "aberta" mostrava esse pássaro... Ficou muito bonito.
Beijos
Balaio de Babados
Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante
Great post!

You have a nice blog!

Would you like to follow each other? (f4f) Let me know on my blog with a comment! ;oD

Have a great day!

xoxo Jacqueline
www.hokis1981.com
Sabe aquela história de não julgar o livro pela capa? Esse eu leria só pela capa, de tão linda, rs.
Adorei suas fotos.
Bjs, <3
WWW.JUNTASEARRUMADAS.COM
Oi Monique!
Não curti muito a premissa desse livro não, confesso. Desde que a editora anunciou, ele não me chama muita atenção porque não curto muito esse lance de viagem no tempo. Quem sabe num futuro quando eu estiver buscando algo do gênero eu leia, mas por hora, não faz meu tipo.

Abraços
David
http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/
Oi Monique, tudo bem?
Adorei a premissa do livro, super interessante. Leria! =)
Beijos,

Priih
Infinitas Vidas

Postar um comentário

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter