02 agosto 2015

Leitura: Dez coisas que aprendi sobre o amor

Recebi da Novo Conceito os primeiros capítulos deste próximo lançamento deles: Dez coisas que aprendi sobre o amor. Então segue minhas primeiras impressões sobre o livro.

O livro de estreia de Sarah Butler é considerado por alguns como uma “verdadeira homenagem a cidade de Londres” e até mesmo “poema em prosa sobre os laços de afeto”. O livro foi indicado pela Oprah Winfrey e a escritora Vanessa Diffenbaugh, do livro A Linguagem das Flores, fala que o livro é essencial para aqueles que “se perguntam onde eles pertencem e a quem pertencem”.

Sinopse:  Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Primeiramente, essa capa é linda, e é um ótimo incentivo para começar a ler essa história intrigante e envolvente que envolve o maior sentimento de todos: o Amor.

A narrativa se alterna entre as visões de dois personagens: Alice (que não se sente à vontade entre a família que a cerca e tem sua lista de coisas que a tornam feliz ou triste) e Daniel (um mendigo que lista diariamente os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu), que apesar de não se conhecerem e serem bem diferentes, tem uma coisa em comum: O amor. Cada capítulo começa com uma lista de dez itens sobre alguma coisa dos personagens, o que é bem diferente e nos envolve ainda mais.

Fiquei muito curiosa para saber como termina essa história. Já tenho alguns finais que poderiam ser, traçados em minha mente, se esses se realizassem poderia dizer que a história será muito boa, mas se o final me surpreender, quem sabe não será melhor ainda! Então fica a dica para mais um livro para a lista de leitura de vocês (afinal, todos temos listas de muitas coisas).

E para finalizar minha postagem, também vou deixar uma lista para vocês (e vocês podem contribuir com a lista de vocês também nos comentários):


10 coisas que eu sei sobre o amor:

1- O sentimento é apenas o começo.
Você tem que a cada dia encontrar a compreensão, a paciência, e muitos outros sentimentos que trabalham juntos para construir o amor.

2- Ele pode aparecer em todas as formas e a qualquer momento. Na verdade, provavelmente quando ou por quem você menos espera.

3- Por mais que um dia você tenha se magoado, temos que nos entregar por inteiro. Ninguém gosta de viver de "meios". Aprenda a perdoar, é muito importante para uma vida feliz.

4- As vezes iremos sofrer, mas as vezes iremos viver o amor infinito. E isso só irá acontecer se nos entregarmos por inteiro.

5- Se a gente não sente amor nem pela gente, nunca conseguirá sentir pelo outro. Se ame em primeiro lugar.

6- Mesmo que acabe, foi amor, contanto que tenha sido verdadeiro e por inteiro. E se acabou, foi para dar lugar a algo maior, às vezes até com a mesma pessoa.

7- O amor faz você crescer, evoluir e ter coragem de realizar seus sonhos (e a felicidade de ser ao lado dessas pessoas especiais).

8- Demonstre todo amor que sente, por todas as pessoas que ama, a cada dia, a cada minuto. Nunca é de mais, e é melhor do que se arrepender de não ter demonstrado o suficiente.

9- O amor é um sentimento que te deixa feliz e também triste, mas que acima de tudo, sabe superar todas as barreiras para o melhor final.

10- Ele é feito de momentos, e ele nunca é de mais ou de menos, contanto que seja o seu melhor, ele será eterno.

9 comentários:

Esse livro deve ser lindo, amei a sinopse e fiquei curiosa.
Amo listas ♥ rs, vou dar uma olhadinha mais no skoob sobre ele.
Amei sua lista, quando tenho tempo sempre faço também...

www.vodkaescarpin.com.br
parece que este livro é lindo preciso ler
beijos
www.estilopropriobysir.com
Adoro livros que alternam narrativas, é muito mais legal de ler, o último que eu li desse jeito foi Garota exemplar que alternava o tempo presente na visão do marido e o passado, como estava escrito no diário da Amy, que no livro está desaparecida. No fim você fica estarrecido com as revelações do livro e a cada capítulo você muda de opinião. Enfim, amei a resenha. Amei o blog. Beijooo!

http://marcellakbm.blogspot.com.br/
A vida é uma aprendizagem.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt
A vida é uma aprendizagem.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt
''Quando você menos espera'', concordo completamente!
Amei demais, parece um ótimo livro.
Beijos
http://masenstale.blogspot.com.br/
Oi =)
Amei a capa do livro e certeza que compraria só por isso. Mas, ao ler a sinopse e a sua resenha dos primeiros capítulos já percebi que vou gostar, então já entrou pra minha lista.
Milhoes de Beijos!

Marina Lima.
Meu Doce Apartamento | Literatura, Culinária, Caseirices & muito amor
Oi Monique,
Amei sua lista e sua opinião.
Também recebi o e-mail e espero gostar da proposta, assim como você :D

bjs e tenha uma ótima semana :D
Nana - Obsession Valley
Ameii! Acho que já aprendi muitas dessas coisas na prática! Já quero o livro! rs Bjs

http://www.mayaravieira.com.br/

Postar um comentário

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter