24 abril 2011
Lembranças...
Engraçado pensar que quando éramos criança queríamos crescer logo. Fugir da infância.
Mas quando nos pegamos a pensar em lembranças, momentos bons, que lembranças vem primeiro? acho que para a maioria, como para mim também, é as estripulias de quando éramos jovens.
Quando a gente é pequeninho, pode ser gordo, magro, cabeludo, careca, bochechudinho, de qualquer jeito e vai sempre ser uma criança fofinha.
Agora tente ser estes extremos quando adulto. As pessoas são cruéis. Elas colocam rótulos mesmo.
Quando se é pequeno se ganha presente do papai noel (colocado por ele mesmo perto de sua cama), ovos de chocolate do coelinho da páscoa (quem que nunca teve que seguir as pegadas pela casa para achar o ninho?), muitos presentes e bolos de aniversário..
Isso ta parecendo muito supérfluo?, bom.. tem também os pega-pega, banhos de chuva sem medo, correr de pé descalço, escalar árvores, se sujar sem medo...
E o que se faz quando se é grande? adulto cheio de compromissos..
Não se tem tempo nem paciência para nada, se descobre que nada dessas figuras existem, só são um jogo de marketing para as lojas ganharem dinheiro..

Eu não quero dizer que nada mais vale a pena quando se cresce, não me entendam mal. O que eu quis é a mesma coisa que senti um dia lendo o livro do pequeno príncipe:

Nunca, jamais deixe apagar em você esse espírito infantil, de criança, esse espírito que lhe faz acreditar em todas as coisas maravilhosas sem existir uma explicação por traz. Apenas viver intensamente sem medo de ser feliz!

12 comentários:

OI Monique!
Eu dei uma olhada no seu trabalho, ficou lindo!
Parabéns!
eu tb adoro esse tema, estou desde já guardando algumas coisas e comprando livros...
Quero me dedicar ao tema e fazer um bom trabalho também.
Waleu pelas dicas!
E sobre o post:
Eu acho que a infância é a melhor fase. Nela a gente se molda e vira o que somos hoje. Pena que hj as crianças não vivem a infância, crescem mt rápido, com a inclusão digital já fazem coisas de gente grande, ao invés de brincar no quintal..
E adultos são chatos. Não gosto mt deles.. rs
Oi flor, obrigadão mesmo. por qui é tudo tão certo mesm.. acho que deveriamos viver muito bem a infancia, pena muita pena que muitos perdem :/ beeijcoas e boa semna
Monique! Vim retribuir tua visita.
Obrigada pelas palavras de carinho.

Teu blog também é um encanto!

Beijos flor, e volte sempre.
As lembranças vem em mim depende com quem converso...
Que a gente nunca perca esse espírito de criança! Como era bem mais fácil né? É ruim quando deixamos os nossos olhos se fecharem e não queremos mais enxergar com os olhos de criança!

Belo texto, querida!

Vim agradecer pela sua visita ao meu blog! Fiquei muito feliz e espero sempre vê-la por lá! :D
Seguindo você...
Uma semana de muita luz!
Beijinhos
Muito obrigada! também vou seguir o seu blog (: achei muito bonito, parabéns!
*beijinho!
a gente espera tanto pra crescer, e quando cresce , tem vontades de voltar.
Ser humano é um bicho estranho.
Lindo seu blog *-*
beeijo!
Monique,

Que todas as pessoas não percam a disposição de enxergar a vida de forma mais simples e pura, assim como fazem as crianças.

Beijo e obrigada pela visita no meu blog.

Estou seguindo você, desde já.
Báh,me sinto assim ás vezes,eu te entendo.Sentir falta da infância inocente,e das 'preocupações' básicas de crianças,era tão bom aquele tempo.... *-*

Beijo
;D
Antes mesmo de ler a citação do Pequeno Príncipe, já sentia uma brisa de memória que trazia essa história desse pequenino menino e seus sentimentos e seus pensamentos simples.
Eu sou gamada neste livro, nesta história.
Os adultos deveriam ser adultos que nao adulterassem a simplicidade, o carisma, a inocência, os sonhos, a energia da criança que um dia foi.
As crianças amam simplesmente, sabia?
É disto que o homem precisa.

Juuh ;**
Gostei :)

Vou seguir, passa pelo meu ... :)

http://sometrueinmylife.blogspot.com/

Postar um comentário

Espero que tenha gostado da postagem. Também vou adorar ler sua opinião.
Não deixe de seguir o blog nas outras redes: Instagram | Youtube | Facebook | Twitter